Lingua franca e estrangeirismos

Autores

  • Rogerio F. Guerra UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5007/2178-4582.2012v46n2p435

Palavras-chave:

História, Lingua franca, Etimologia, Estrangeirismos, Idioma inglês

Resumo

A influência do inglês como lingua franca é enorme em diferentes contextos, como pode ser visto nas artes (música, cinemae literatura), ciência e tecnologia, atividades empresariais e relações diplomáticas. Uma língua comum é um instrumento valioso no mundo moderno, pois ela facilita a comunicação entre pessoas de diferentes culturas, mas, não obstante essas vantagens,alguns intelectuais argumentam que a influência do idioma inglês representa uma ameaça à diversidade cultural. A predominância do idioma inglês é recente, pois o Latim era preferido dos filósofos e cientistas dos tempos medievais e também foi adotado como idioma oficial da Igreja Católica– tal influência persiste, pois todos os nomes científicos de plantas e animais são escritos nesse idioma. A influência do idioma francês aumentou com o tempo, mas o fenômeno logo deu lugar à “americanização” da cultura ocidental que ocorreu após a II Guerra Mundial. Foram examinadas a função da lingua franca em múltiplos contextos e a crescente dominação da cultura americana na língua portuguesa.

Biografia do Autor

Rogerio F. Guerra, UFSC

Professor-Titular e Editor de RCH. Departamento de Psicologia, Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário, Florianópolis, SC

Downloads

Publicado

2013-03-07

Edição

Seção

Artigos