Encontros e desvios nos semáforos: investigando artistas em Florianópolis/SC

Autores

  • Beatriz S. Albino UFSC
  • Vanessa F. Davies UFSC
  • Alexandre F. Vaz UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5007/2178-4582.2012v46n2p469

Palavras-chave:

Alteridade, Arte de rua, Desvio, Semáforos, Florianópolis/SC

Resumo

A ideia de investigar artistas que atuam em semáforos de Florianópolis/SC teve sua origem em um estranhamento que nos fez vê-los na forma de uma alteridade radical. A pesquisa etnográfica permitiu descobrir relações simbólicas de pertencimentoe de desvio entre os artistas, destacando-se a figura de um “outro”, próximo, mas perigoso, que partilha simbolicamente os semáforos: o micróbio, estrangeiro que faria confundir o artista com a marginalidade. No semáforo ocorre também, no entanto, a reafirmação, por meio das performances dos artistas, do que deles é esperado: a comicidade, o virtuosismo, a aparência adequada.

Downloads

Publicado

2013-03-07

Edição

Seção

Dossiê