Investigando as categorias foucaultianas: o olhar genealógico sobre os modos de condução das condutas

Nei Antonio Nunes

Resumo


Neste artigo, escrutinamos primeiramente as noções foucaultianas de acontecimento, dispositivo e regime de verdade procurando destacar sua pertinência no instrumental genealógico. Levando em consideração estas noções, buscamos explicitar as categorias de governo e governamentalidade mostrando sua relação com os processos modernos e contemporâneos de condução das condutas. Para tanto, e tomando por referência o curso “Os anormais”, discutimos a transformação da tecnologia pastoral em “metodologia científica”: processo de normalização individualizante que sujeita as pessoas. Em seguida, com base ainda nas pesquisas genealógicas da década de 1970, indicamos a existência de práticas de poder, de resistência e de contracondutas distintas dos processos de sujeição. Estas emergem como exercícios da liberdade e, assim, como modo possível de condução da própria conduta e da conduta dos outros. Por fim, salientamos que este artigo é fruto de uma discussão eminentemente teórica, centrada em pesquisa bibliográfica e análise conceitual.


Palavras-chave


PODER; GOVERNO; CONTRACONDUTA

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2178-4582.2013v47n1p100

Direitos autorais 2014 Nei Antonio Nunes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.