Jovens autonomistas do Centro de Mídia Independente e o velho travestido de novo

Carlos André dos Santos

Resumo


Esse artigo foi desenvolvido a partir de um longo trabalho de pesquisa sobre a participação política dos jovens em ações coletivas de contestações ao estabelecido na mídia radical alternativa (2003) por meio de um estudo de caso das atividades do Centro de Mídia Independente no Brasil. Nosso objetivo foi expor as interações e reconfigurações do ativismo juvenil, suas possibilidades e também limites, dado que a contestação ao estabelecido está submetida aos percalços dos mecanismos onde o Velho se apresenta como novo, mas não muda o objetivo de manutenção e adaptação dos jovens ao sistema de produção capitalista.


Palavras-chave


jovens; mídia radical alternativa; participação política

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2178-4582.2013v47n1p50

Direitos autorais 2014 Carlos André dos Santos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.