Diálogos entre o capital e os sexos

Tania Mara Galli Fonseca

Resumo


Este artigo analisa algumas articulações entre trabalho, educação e gênero considerandoos como agencia-dores do modo capitalista de produção de bens, serviços e homens. Trata de estabelecer alguns parâmetros para a análise, tanto das vivências operárias enquanto expressões de subjeti-vidades sexuadas, quanto da própria gestão empresarial enquanto interlo- cução diferenciada e diferenciadora com os trabalhadores sexuados. Capitalismo e patriarcado constituem desta maneira alianças que se
manifestam nos diálogos entre o capital e os gêneros, que imprimem,
como eixos estruturados e estruturantes das relações sociais e de produção, distinções As práticas operárias e gestoras.

Palavras-chave


Rabalho; Educação; Gênero.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 1999 Tania Mara Galli Fonseca

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.