As representações sociais: desafios de pesquisa

Autores

  • Angela Arruda Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

.

Resumo

Robaldo, o bravo jagunço, de Guimarães Rosa (1967), atormentado por um sentimento de amor por seu parceiro Diadorim, indaga-se o tempo todo se o diabo existe, se o mal está dentro ou fora de cada um, pontuando sua narrativa com o bordão: viver é muito perigoso. Também a pesquisa se perguntou por muito tempo como isolar os sentimentos, as crenças, e tentou neutralizá-los. Pesquisar também 6 muito perigoso, o que ditou a. pesquisa normas e dogmas para não arriscar-se, para não escapar aos eixos do aceitável, garantindo a neutralidade. Hoje, no bojo da transição paradigmática, perigos também nos espreitam. A fantasmagoria da tradição cobra o velho preço a pagar para ser considerado ciência. Por sua vez, as novas propostas demandam legitimação, certezas não conquistadas, e talvez não desejadas. Queremos chegar mais longe, mas o lastro do passado nem sempre é descartável, pois tanto pesa quanto assegura. A metodologia, indissociável da proposta teórica, responde por uma parte das dificuldades. Ela termina por objetivar o projeto epistemológico da teoria, tornando-o palpável. Ela aparenta resumir a maneira como se entende a teoria para poder aplicá-la. Partirei aqui de algumas idéias sobre as implicações para a Psicologia da entrada da cultura em linha de conta mais recentemente; em seguida passarei à relação do projeto epistemolágico da TRS com a, metodologia e por fim, trarei alguns elementos do desafio para desenvolver esta relação numa perspectiva de transição paradigmática.

Biografia do Autor

Angela Arruda, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Possui Graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Mestrado em Psicologia Social - Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales. Doutorado em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo. Pós-Doutorado em Psicologia Social no ISCTE, Lisboa. Professora adjunta do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Mais informações no Currículo Lattes.

Downloads

Publicado

2000-01-01