Representações sociais e relações intergrupais de duas categorias profissionais

Rosa Cristina Ferreira de Souza, Brigido Vizeu Camargo

Resumo


Este estudo procurou articular as teorias das representações sociais (MOSCOVICI, 1961) e do Conflito intergnipal (TAJFEL, 1979), considerando a interface do gênero. Participaram 112 pessoas, sendo estudantes e profissionais das areas de engenharia civil e arquitetura. Um dos objetivos foi conhecer o conteúdo das representações sociais que os participantes compartilham sobre a sua e a outra área, outro objetivos foi verificar possíveis incursões com as representações sociais de gênero. Como instrumento de coleta de dados utilizou-se a técnica de evocação livre (VERGES, 1999). Os dados foram submetidos a urna análise lexicogrdfica através do programa informático EVOC. Os resultados apontam para a existência de conflitos de interesses entre os grupos, mais do que um problema de competição social (TAJFEL & TURNER, 1982). Os grupos demonstraram tentativas de diferenciação inter-profissional envolvendo um caráter avaliativo: ambos discriminam seu "out group". A dimensão gênero não se mostrou relevante.

Palavras-chave


Representações sociais; Relações intergrupais; Trabalho; Arquitetura; Engenharia civil

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2000 Rosa Cristina Ferreira de Souza, Brigido Vizeu Camargo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.