Representações sociais da sexualidade: um estudo com mulheres da terceira idade

Autores

  • Elizabeth Flor Universidade Federal de Santa Catarina
  • Clélia M. Nascimento-Schulze Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Atitudes, Representações sociais, Memória coletiva, Narrativas, Sexualidade

Resumo

O presente estudo trata das atitudes e representações sociais da sexualidade compartilhadas por um grupo de 20 mulheres, na terceira. idade, que foram entrevistadas antes de serem submetidas a um exame preventivo ginecológico no Hospital Universitário da UFSC. A metodologia envolveu cinco passos que permitiram identificar e separar as produções textuais, obtidas durante entrevistas, em seis arquivos de análise relativo aos tees componentes das atitudes no passado e no presente. Uma análise de conteúdo deste material permitiu a identificação de dimensões que delinear= o campo representacional das representações compartilhadas. Destacaram-se como dimensões: o desconhecimento; as mudanças nas práticas sexuais, a velhice assexuada; o despertar do desejo; a submissão e a privação. Concluiu-se que o estudo traz, uma contribuição para o entendimento de como se processou a ancoragem das representações sociais da sexualidade neste grupo em particular. Os resultados sugerem que o paradigma metodológico utilizado seja estendido para outros grupos geracionais.

Biografia do Autor

Clélia M. Nascimento-Schulze, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP. Especialização em Psicologia pela Universitat Kassler. Doutorado em Psicologia Social pela University of Bristol, BRISTOL, Inglaterra. Atualmente é professor titular aposentada colaboradora pela Universidade Federal de Santa Catarina e consultor ad hoc da CAPES e CNPq.

Mais informações no Currículo Lattes.

Downloads

Publicado

2000-01-01