Representações sociais da velhice em instituições públicas de saúde

Autores

  • Neusa Eiras Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Velhice, Representações sociais, Instituições de saúde

Resumo

Este artigo trata de uma pesquisa qualitativa que teve como objetivo: em primeiro lugar, levantar as representaVies sociais da velhice feitas por profissionais de saúde que atendem em serviços especializados em atenção ao idoso: em segundo lugar, identificar a representação social da velhice feita pelos pacientes idosos atendidos por aqueles profissionais e, em terceiro lugar, comparar essas duas representações e verificar se há ou não, intersubjetividade na maneira dos dois grupos representarem a velhice. A análise dos dados confirmou as hipóteses formuladas de que as representações dos dois grupos eram diferentes.

Biografia do Autor

Neusa Eiras, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Possui Graduação em Psicologia no Instituto de Psicologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Mestrado em Psicologia da Personalidade e do Desenvolvimento pela Fundação Getúlio Vargas - RJ  e Doutorado em Saúde Coletiva pelo IMS - Instituto de Medicina Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Especialista em Gerontologia pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Atualmente é professor adjunto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Mais informações no Currículo Lattes.

Downloads

Publicado

2000-01-01