Estudos de representações sociais sobre meio ambiente

Autores

  • Edson A. de Souza Filho Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Representações sociais, Situação simulada instigadora, Meta-análise

Resumo

O objetivo deste trabalho foi apresentar algumas contribuições teórico-metodológicas para o estudo de representações sociais (RS) sobre o meio ambiente, focalizando sua aplicação na observação de identidades socioculturais de grupos envolvidos na construção do espaço urbano. Assim, foram adotados dispositivos denominados situações simuladas instigadoras, métodos de amostragem de identidade cultural e meta-análises. Foram reportados dois estudos: 1) representações de si e de outrem a partir de desenhos e palavras de moradores de três bairros de Brasilia definidos em termos espaciais e sócio-econômicos; 2) representações da cidade do Rio de Janeiro e seus moradores, segundo um recorte amostral étnico-racial e de análise proposicional de discurso (GHIGLIONE e BLANCHET, 1991). Concluiu-se que é preciso repensar o tipo de interação pesquisador-pesquisado em estudos de R.S., num momento histórico em que populares ainda não dispõem de plena liberdade para usar discursos publicamente. Isso pode ser superado através de métodos de coleta não-verbais de expressõe e linguagens.

Biografia do Autor

Edson A. de Souza Filho, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui Graduação em Psicologia pela Universidade de Brasília e Doutorado em Psicologia Social - École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris. Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Mais informações no Currículo Lattes.

Downloads

Publicado

2000-01-01