Atitudes frente ao novo paradigma ambiental. Um estudo no contexto turístico de Florianópolis

Autores

  • Clélia Maria Nascimento-Schulze Universidade Federal de Santa Catarina
  • Elisienia F. de S. Fragnani Universidade Federal de Santa Catarina
  • Liliane Regina Carboni Universidade Federal de Santa Catarina
  • Mauricio Eugênio Maliska Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Meio-ambiente, Representações sociais, Turismo

Resumo

O estudo em questão utilizou a escala de atitudes de Dunlap e Van Liere, relativa ao Novo Paradigma Ambiental (NEP) junto a, três grupos sociais: turistas, moradores de Florianópolis e mediadores do turismo. Os resultados mostraram uma adesão extremamente favorável ao NEP por parte dos três grupos sociais sem quaisquer diferenças entre eles. Os resultados foram discutidos em relação a estudos anteriores que tratavam das representações de meio ambiente e natureza, com os mesmos grupos de sujeitos, um deles inclusive envolvendo os mesmos sujeitos. Foram acrescentados cinco itens à escala, original que a tornaram mais consistente. Os resultados sugerem que se valide e reveja a escala NEP para um contexto brasileiro. Também sugerem que se contemple nas pesquisas sobre representações sociais o lugar que os dados textuais, os dados estruturais e as escalas de atitude ocupam no diagnóstico psicossocial quando os resultados não seguem uma mesma linha.

Biografia do Autor

Clélia Maria Nascimento-Schulze, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP. Especialização em Psicologia pela Universitat Kassler. Doutorado em Psicologia Social pela University of Bristol, BRISTOL, Inglaterra. Atualmente é professor titular aposentada colaboradora pela Universidade Federal de Santa Catarina e consultor ad hoc da CAPES e CNPq.

Mais informações no Currículo Lattes.

Elisienia F. de S. Fragnani, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui Mestradoem Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é Professor Titular da Universidade do Extremo Sul Catarinense.

Mais informações no Currículo Lattes.

Liliane Regina Carboni, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui Graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina e Mestrado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Mais informações no Currículo Lattes.

Mauricio Eugênio Maliska, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui Graduação em Psicologia, Mestrado e Doutorado em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina, com estágio de doutorado (sanduíche) na École Doctorale Recherches en
Psychanalyse et Psychopathologie - Université Paris VII (Denis Diderot). Professor de Psicanálise no Curso de Graduação em Psicologia e no Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL).

Mais informações no Currículo Lattes.

Downloads

Publicado

2000-01-01