Representações sociais de poder

Autores

  • Rosane Immig Universidade Federal de Santa Catarina
  • Clélia Maria Nascimento-Schulze UDESC/UFSC
  • Brígido Vizeu Camargo Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Representações sociais, Educadores, Relação

Resumo

A presente pesquisa tenta responder como educadores de diferentes contextos escolares, em senso comum, tornam familiar o assunto poder. Ao redor desse saber, os grupos sociais tecem todo um conjunto de conhecimentos de senso comum no intuito de compreendê-lo. Os resultados obtidos revelam que predomina a idéia de que o poder na sociedade capitalista tem sua origem no capital e que é exatamente neste elemento que se encontra uma das formas importantes de legitimação da autoridade. A pesquisa também revela que o poder se constitui na relação e que possui inúmeras alternativas de se manifestar. O poder democrático tem nas escolas e em suas autoridades constituidas, de forma legitima e com proximidade no consensual, o local por excelência para a construção de um referencial de poder.

Biografia do Autor

Rosane Immig, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui Graduação em Pedagogia - Administração Escolar e Supervisão Escolar pela Universidade do Estado de Santa Catarina, Especialização em Metodologia de Ensino - Pré-escolar à 4ªsérie pela UFSC e Mestrado em Educação e Cultura pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Atualmente é Gerente de Articulação Pedagógica do Ensino Fundamental da Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis.

Mais informações no Currículo Lattes.

Clélia Maria Nascimento-Schulze, UDESC/UFSC

Graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP. Especialização em Psicologia pela Universitat Kassler. Doutorado em Psicologia Social pela University of Bristol, BRISTOL, Inglaterra. Atualmente é professor titular aposentada colaboradora pela Universidade Federal de Santa Catarina e consultor ad hoc da CAPES e CNPq.

Mais informações no Currículo Lattes.

Brígido Vizeu Camargo, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui Graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Mestrado em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. DEA em Psicologia Social pela Université Paris 5/ École des Hautes Études en Sciences Sociales. E Doutorado em Psicologia Social pela École des Hautes Études en Sciences Sociales. Atualmente é professor associado da Universidade Federal de Santa Catarina.

Mais informações no Currículo Lattes.

Downloads

Publicado

2000-01-01