Representações sociais de professores sobre o adolescente problema

Autores

  • Tania Maria José Aiello Vaisberg Universidade de São Paulo
  • Christiane Isabelle Couve de Murville Camps Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Representações Sociais, Adolescentes, Professores, Escola

Resumo

Tendo como objetivo fundamental a atenção psicoprofilática ao adolescente da rede pública de ensino, esta pesquisa-intervenção psicanalitica focaliza as representações sociais de professores sobre o adolescente-problema, a partir do procedimento desenho-estória com tema, analisados de acordo com a Teoria Psicanalítica dos Campos. Um corpus composto por vinte e nove produções permitiu discriminar a presença de dois campos ou inconscientes relativos: "constitucionalidade" e "problemas da vida". Em sessão devolutiva foi possivel realizar trabalho de elaboração reflexiva que incidiu diretamente sobre as relações estabelecidas entre professores e adolescentes no ambiente escolar.

Biografia do Autor

Tania Maria José Aiello Vaisberg, Universidade de São Paulo

Possui Graduação em Psicologia, Mestrado em Psicologia Clinica e Doutorado em Psicologia Clínica, sempre pela Universidade de São Paulo. Atualmente, professora da Pontifícia Universidade Catolica de Campinas.

Mais informações no Currículo Lattes.

Christiane Isabelle Couve de Murville Camps, Universidade de São Paulo

Graduação em Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade de São Paulo, USP. Graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo, USP. Mestrado em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo, USP. Doutorado em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo.

Mais informações no Currículo Lattes.

Downloads

Publicado

2000-01-01