Capacitação da pessoa com deficiência intelectual ao mercado de trabalho numa APAE do Sul de Santa Catarina

Laysa Karoline Cardoso, Cristina Kern

Resumo


Trata-se de um estudo de caso em uma APAE do sul de Santa Catarina, para conhecer as medidas adotadas pela instituição na capacitação para a inclusão da pessoa com deficiência intelectual no mercado de trabalho. Atualmente o número de pessoas com deficiência intelectual no mercado formal de trabalho é consideravelmente menor do que o das pessoas com outros tipos de deficiência e, nessa direção, pretende-se favorecer a reflexão quanto à importância da capacitação dessas pessoas. O delineamento é de natureza qualitativa e para a coleta de dados foi utilizada a análise documental e as entrevistas semidirigidas com os professores e equipe multiprofissional envolvidos no processo de capacitação profissional. Os dados foram avaliados a partir da análise de conteúdo. Concluem-se como entraves à inclusão no mercado de trabalho: a falta de perfil dos alunos para as vagas disponibilizadas, dificuldade de desvinculação da família dos alunos aos benefícios recebidos e superproteção familiar.


Palavras-chave


deficiência intelectual; inclusão; capacitação; mercado de trabalho; APAE

Texto completo:

PDF

Referências


ANTONIASSI, Gabriela Mayumi Kavano. As pessoas com deficiência e o direito ao trabalho. 2015. 69 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) – Centro Universitário Antonio Eufrásio de Toledo – Toledo: Presidente Prudente- SP, 2015. Disponível em: Acesso em: 11 abr. 2016

APAE SC. Projeto político pedagógico. SC: APAE de SC, 2014.

ARANHA, M. S. F. A sociedade brasileira, a pessoa que apresenta necessidades especiais, a acessibilidade e a construção de uma sociedade inclusiva. Boletins, 2002. Disponível em: . Acesso em: 13 mar. 2015.

ARAUJO, Janine Plaça; SCHMIDT, Andréia. A inclusão de pessoas com necessidades especiais no trabalho: a visão de empresas e de instituições educacionais especiais na cidade de Curitiba. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 12, n. 2, p. 241-254, ago. 2006. Disponível em: Acesso em: 14 maio. 2014

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BATISTA, C. et al. Educação profissional e colocação no trabalho: uma nova proposta de trabalho junto à pessoa portadora de deficiência. Brasília: Federação Nacional das APAEs, 1997. 101 p.

BOGDAN, R. C; BIKLEN, S. K. Qualitative research for education: introduction for theory and methods. 3. ed.. Boston: AllynAnd Bacon. 1998.

BRASIL. Lei nº. 8.742 de 20 de dezembro de 1993. Dispõe sobre a organização da Assistência Social. Disponível em: Acesso em: 22 ago. 2014.

______. Ministério da Educação. Educação especial: tendências atuais / Secretaria de Educação a Distância. Brasília: SEED, 1999. 96 p. Disponível em: Acesso em: 11abr.2016.

______. Decreto nº 6.949, de 25 de agosto de 2009. Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007. Disponível em: Acesso em: 11 abr. 2016.

______. Decreto nº 7.617, de 17 de novembro de 2011. Altera o Regulamento do Benefício de Prestação Continuada, aprovado pelo Decreto n. 6.214, de 26 de setembro de 2007. Disponível em: Acesso em: 22 ago. 2014.

______. Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência: Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência: Decreto Legislativo nº 186, de 09 de julho de 2008: Decreto nº 6.949, de 25 de agosto de 2009. 4. ed., rev. e atual. Brasília: Secretaria de Direitos Humanos, 2012. 100 p. Disponível em: Acesso em: 11 abr. 2016.

COSTA, M. C. A. et al. Inclusão social pelo trabalho: a qualificação profissional para pessoas com deficiência intelectual. Revista Interinstitucional de Psicologia, p. 200-214, jul./dez., 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 maio 2014.

FEDERAÇÃO NACIONAL DAS APAEs. Movimento Apaeano: a maior rede de atenção à pessoa com deficiência. Disponível em: . Acesso em: 9 maio 2014.

GOMES, R. A. Análise de dados em pesquisa qualitativa. In: MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 19.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.

GOMES-MACHADO, Maria Luiza et al. Effects of Vocational Training on a Group of People with Intellectual Disabilities. Journal of Policy and Practice in Intellectual Disabilities, v. 13, p. 33-40, mar. 2016. Disponível em .w_checkout=1&purchase_referrer=onlinelibrary.wiley.com&purchase_site_license Acesso em: 10 abr. 2016.

HAGUETTE, T. M. F. Tratado da metodologia da pesquisa clínico-qualitativa: construção teórico-epistemológica, discussão comparada e aplicação nas áreas da saúde e humanas. Rio de Janeiro: Vozes. 2003.

LORENZO, Suelen Moraes. Inserção de pessoas com deficiências no mercado formal de trabalho a partir da percepção dos profissionais de recursos humanos das empresas. 2016. 138 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Filosofia e Ciências. Marilía, 2016. Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2016.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: Pedagógica e Universitária, 1986. 99 p.

MARANHÃO, R. O. O portador de deficiência e o direito do trabalho. São Paulo: LTr, 2005. 150 p.

MENDES, Enicéia Gonçalves et al. Estado da arte das pesquisas sobre profissionalização do portador de deficiência. Temas psicologia, Ribeirão Preto, v. 12, n. 2, p. 105-118, 2004. Disponível em: . Acesso em: 7 abr. 2014.

MOREIRA, D. A.O método fenomenológico na pesquisa. São Paulo: Pioneira Thomson, 2002. 152 p.

OLIVEIRA, Luiza Maria Borges. Cartilha do Censo 2010: pessoas com deficiência. Brasília: SDH-PR/SNPD, 2012. 32 p.

PASTORE, J. Oportunidades de trabalho para portadores de deficiência. São Paulo: LTr, 2000. 245 p.

PHILERENO, Deivis Cassiano et al. Qualificação das pessoas com deficiência para o mercado de trabalho: um estudo de caso em Caxias do Sul – RS. Estudo & Debate, Lajeado, v. 22, n. 1, p. 160-179, 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2016.

SAAD, S. N. Preparando o caminho da inclusão: dissolvendo mitos e preconceitos em relação à pessoa com Síndrome de Down. São Paulo: Vetor, 2003. 304 p.

SANTOS, José Vitor Palhares et al. Políticas de Inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho: uma análise sobre o caso de Lavras (MG). Revista Foco, v. 8, n. 2, p.4-15, ago./dez., 2016. Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2016.

SASSAKI, R. K. Inclusão: construindo uma sociedade para todos. Rio de Janeiro: WVA, 2003. 174 p.

SASSAKI, R. K. Atualizações semânticas na inclusão de pessoas: Deficiência mental ou intelectual? Doença ou transtorno mental? Revista Nacional de Reabilitação, ano 9, n. 43, p. 9-10, mar./abr. 2005. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2014.

SCUSSIATTO, Caroline Carminatti. Inclusão: percursos e experiências educacionais no Brasil e na Itália. Informática na Educação: teoria e prática, Porto Alegre, v. 18, n. 2, p.19-37, jul./dez. 2015. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2016

SILVA, Nara Liana; FURTADO, Adelaine Vianna. Inclusão no trabalho: a vivência de pessoas com deficiência intelectual. Interação em Psicologia, v. 16, n. 1, jan. 2013. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2016.

SILVA, A. G.; PALHANO, E. G. S. Formação profissional: uma alternativa inclusiva para pessoas com deficiência. REUNIÃO ATUAL DA ANPED, 28. Caxambu, 2005.

TOLDRÁ, R. C.; MARQUE, C. B.; BRUNELLO, M. I. B. Desafios para a inclusão no mercado de trabalho de pessoas com DI: experiências em construção. Rev. Ter. Ocup. Univ. São Paulo, v. 21, n. 2, p. 158-165, maio/ago. 2010. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2014.

VIOLANTE, Rômulo Rodrigues; LEITE, Lúcia Pereira. Employment of people with disability: an analysis of social inclusion in the job market in the city of Bauru, SP. Cad. psicol. soc. trab., São Paulo ,v. 14, n. 1, p. 73-91, jun. 2011. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2016.




DOI: https://doi.org/10.5007/2178-4582.2016v50n2p437

Direitos autorais 2017 Cristina Kern

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.