O desamparo dos adolescentes pobres na cidade de Maringá

Angela Maria Pires Caniato, Mônica Salci Capelasso

Resumo


Na contemporaneidade os vínculos interpessoais mostram-se mais frouxos, o consumismo se intensifica e a violência é incorporada de modo cada vez mais hostil, especialmente com relação aos adolescentes pobres. À luz da Psicopolítica (Freud e Theodor Adorno), foi feito um levantamento bibliográfico para obter maior compreensão das ideologias que perpassam tais acontecimentos e das suas interferências na intensificação da apatia, do preconceito e do desamparo. Essas diferentes expressões da violência fragilizam a identidade subjetiva dos adolescentes de classes socioeconômicas desfavorecidas da cidade de Maringá - PR. Nesse cenário social, esses adolescentes pobres introjetam tais atributos sociais de malignidade e periculosidade e não conseguem se apropriar de uma reflexão crítica - consequentemente, exibem um funcionamento egoico fragilizado. Esse artigo está vinculado ao Projeto Pesquisa Intervenção “PHENIX: A Ousadia do Renascimento do Indivíduo-Sujeito – Fase III”, que sustenta essa compreensão e orienta uma proposta de cooperação junto a estes adolescentes.

 


Palavras-chave


desamparo; indústria cultural; adolescente pobre; sociedade de consumo

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, T, W; HORKHEIMER, M. Dialética do Esclarecimento. Trad. Guido Antonio de Almeida. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Ed, 1985.

ARAUJO, Marivânia C. O bairro Santa Felicidade por ele mesmo. Espaço urbano e formas de representações sociais em Maringá, Paraná. 2005. 299 f. Tese (Doutorado em Sociologia) -Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Araraquara, 2005.

ARPINI, M. A. Adolescência, situação de risco e violência. In: Violência e Exclusão: adolescência em grupos populares. Bauru, SP: EDUSC, 2003.

BEGUOCI, L.; Rolezinho e a desumanização dos pobres. Disponível em: Acesso em: 20 mar. 2014.

CANIATO, A. M.P. Subjetividade e Violência- desafios contemporâneos para a psicanálise. Maringá: Eduem, 2009.

CANIATO, A. M.P. A violência do preconceito: a desagregação dos vínculos coletivos e das subjetividades. Disponível em: Acesso em: 11 set. 2013.

COIMBRA, C.M.B.; NASCIMENTO, M.L. Ser jovem, ser pobre é ser perigoso? Disponível em: Acesso em: 25 mar. 2014.

CROCHIK, J. L. Preconceito, indivíduo e sociedade. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2013.

FREUD, S. Ego e o Id e outros trabalhos, 1923. In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud Rio de Janeiro: Imago, 1996, vol. 19, p.93.

FREUD, S. O Mal-estar na civilização e outros trabalhos, 1930. In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud Rio de Janeiro: Imago, 1996, vol. 21.

FREUD, S. Luto e melancolia, 1917/1915. In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago; 1996. vol. 14, p. 256-257.

FREUD, S. (2004). Escritos sobre a psicologia do inconsciente. V 1. À guisa de introdução ao Narcisismo. (1914). Rio de Janeiro: Imago.

LEVISKY, D. L. Adolescência: reflexões psicanalíticas/David Léo Levisky; prefácio Maurício Knobel. — 2. ed. rev. e atual. — São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.

SANTOS, M. A; PRATTA, E. M. M. Adolescência e uso de drogas à luz da psicanálise: sofrimento e êxtase na passagem – Tempo psicanalítico, Rio de Janeiro, v. 44I, p.167-182, 2012.

SEVERIANO, M. F. V. "Lógica do mercado" e "lógica do desejo": reflexões críticas sobre a sociedade de consumo contemporânea a partir da Escola de Frankfurt. In: Escola de Frankfurt: Inquietudes da razão e da emoção/organização, Jorge Coelho Soares - Rio de Janeiro: EdUERJ, 2010.

RODIRGUES, Ana Lúcia. A Pobreza mora ao lado: segregação socioespacial na região metropolitana de Maringá. Tese (Doutorado em Ciências Sociais), PUC – São Paulo, 2004.




DOI: https://doi.org/10.5007/2178-4582.2016v50n2p375

Direitos autorais 2017 Angela Maria Pires Caniato, Mônica Salci Capelasso

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.