Desenvolvimento e rendimento de óleo essencial de menta (Mentha x piperita L.) cultivada em solução nutritiva com diferentes níveis de fósforo.

Evelize de Fátima Saraiva David, Martha M. Mischan, Carmen Silvia Fernandes Boaro

Resumo


Para avaliar o desenvolvimento e o rendimento de óleo essencial da Mentha x piperita L., plantas foram cultivadas em solução nutritiva no 2 de Hoagland e Arnon (1950) completa e na mesma solução com decréscimo e com acréscimo de 50% de fósforo. Foram avaliados número de folhas, área foliar, comprimento de parte aérea, massa seca dos diferentes órgãos e total, razão de área foliar, razão de massa foliar, taxa assimilatória liquida, taxa de crescimento relativo, área foliar específica e distribuição de massa seca para os diferentes órgãos. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com três níveis de fósforo, cinco colheitas e quatro repetições. Para a análise do óleo essencial o delineamento foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x3. Os resultados foram submetidos às análises de variância e de regressão, utilizando 5% de significância. Os resultados permitem concluir que a variação dos níveis de fósforo interferiram com o desenvolvimento da Mentha x piperita L. Apesar das plantas terem apresentado variação de comportamento para muitas das variáveis avaliadas, quando submetidas aos diferentes níveis de fósforo, adaptaram-se a essa condição, o que pode ser confirmado pela taxa de crescimento relativo, que reflete crescimento. No entanto, aquelas cultivadas com o menor nível de fósforo apresentaram maior rendimento de óleo essencial aos 60 DAT.

Palavras-chave


Hortelã-pimenta; Cultivo hidropônico; Fósforo; Produção de massa; Análise de crescimento

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2007 Evelize de Fátima Saraiva David, Martha M. Mischan, Carmen Silvia Fernandes Boaro

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.