Reprodução e dinâmica populacional de Didelphis aurita Wied-Neuwied (Mammalia: Didelphimorphia) em ambiente periurbano na Ilha de Santa Catarina, Sul do Brasil

Maurício Eduardo Graipel, Manoel dos Santos Filho

Resumo


De abril/96 a março/97 aspectos da reprodução e dinâmica populacional de Didelphis aurita foram estudados através de um programa de captura-marcação-recaptura, em uma área periurbana às margens de um alagado na  Ilha de Santa Catarina, sul do Brasil. No total, 31 indivíduos foram capturados 108 vezes, com um esforço de coleta de 880 armadilhas-noite. Os resultados sugerem um padrão reprodutivo poliéstrico sazonal e um aumento populacional durante o outono/inverno atribuído à entrada de jovens na população. A proporção sexual foi desviada para as fêmeas em relação ao número de indivíduos capturados e capturas totais. A principal causas desses desvios pode ser devido à emigração de machos jovens. Os efeitos de procedimentos de amostragem sobre desvios na proporção sexual  de filhotes de fêmeas residentes também são discutidos.

Palavras-chave


Gambás; Recrutamento; Proporção sexual; Ilha de Santa Catarina

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2006 Maurício Eduardo Graipel, Manoel dos Santos Filho

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.