Época de colheita e qualidade pós-colheita do caqui cv. Fuyu com a aplicação pré-colheita de ácido giberélico e aminoetoxivinilglicina

Autores

  • Julius Blum Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)
  • Ricardo Antonio Ayub Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)
  • Marcelo Barbosa Barbosa Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2008v21n4p15

Palavras-chave:

Reguladores vegetais, Diospyrus kaki, Manejo

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito do ácido giberélico (AG3) e de aminoetoxivinilglicina (AVG), aplicados em pré-colheita, visando retardar a colheita e a qualidade pós-colheita de caquis cv. Fuyu para aumentar o período de oferta de frutos. O experimento foi realizado em blocos ao acaso e os tratamentos consistiram de: Testemunha; 136mg.L-1 de AVG; 272mg.L-1 de AVG; 36mg.L-1 de AG3; 72mg.L-1 de AG3 e 136mg.L-1 de AVG + 36mg.L-1 de AG3, aplicados 30 dias antes da primeira colheita. Foram realizadas colheitas em duas épocas e os frutos foram armazenados por 30 dias a 4ºC. As avaliações químicas e físicas dos frutos foram realizadas na colheita e em intervalos de 15 dias seguidos de quatro dias a 20°C. Concluiu-se que a aplicação de AVG na concentração de 136mg.L-1 ou AG3 na concentração de 72mg.L-1 mantiveram a fi rmeza, prolongando

o período de colheita em 20 dias. Os frutos colhidos em estádio inicial de maturação foram mais sensíveis à injúria por frio, e não suportaram 15 dias de armazenagem a 4ºC. Os reguladores vegetais não foram eficientes em prolongar o período pós-colheita, no entanto retardaram o amadurecimento, visto que a concentração de açúcares nos frutos tratados foi menor que nos frutos sem tratamento.

Biografia do Autor

Julius Blum, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

PPG em Agronomia, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).  Possui graduação em Agronomia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2001) e mestrado em Agronomia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2008). Atualmente é aluno de pós graduação da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fertilidade do Solo e Adubação

Certificado pelo autor em 31/05/10

Ricardo Antonio Ayub, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

Departamento de Fitotecnia e Fitossanidade, UEPG

Av. Carlos Cavalcante, 4748, CEP 84030-900, Ponta Grossa – PR, Brasil.  Eng. Agrônomo pela Universidade Federal de Viçosa (1987), mestre em Fitotecnia pela Universidade Federal de Viçosa (1990) e doutor em Biologia Celular e Molecular - Ecole Nationale Superieure Agronomique de Toulouse (1995) onde também fez o pos doutorado (2008). Professor associado da Universidade Estadual de Ponta Grossa. Atuando principalmente nos seguintes temas: biotecnologia, cultura de tecidos, manejo de pomares e pós colheita de frutos. Foi coordenador do mestrado em Agronomia da UEPG e membro do comite do PIBIC. Consultor ah doc da Fundação Araucaria, FAPEMIG, FAPITEC/SE, CAPES e CNPq, UTFPR, membro do conselho editorial da Revista Brasileira de Fruticultura (Qualis B1), e revisor de diversos periódicos nacionais e internacionais. Projetos aprovados no CNPq, CAPES, Fundação Banco do Brasil, Fundação Araucaria e como colaborador em projetos em rede pelo FINEP. Bolsista produtividade do CNPq.

Certificado pelo autor em 31/08/11

Marcelo Barbosa Barbosa, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR)

possui graduação em Agronomia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS (2000), mestrado em Fruticultura de Clima Temperado pela Universidade Federal de Pelotas - UFPel (2003) e doutorado em Fruticultura de Clima Temperado pela Universidade Federal de Pelotas - UFPel (2005). Foi professor no Curso de Agronomia, na Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG (2006), pesquisador do Instituto Agronômico do Paraná - IAPAR na Área de Fitotecnia no Programa de Fruticultura (2008). Foi professor do Curso Superior de Tecnologia em Viticultura e Enologia do Conjunto Agrotécnico Visconde da Graça - CAVG e foi Coordenador da Área de Tecnologias Superiores. Atualmente atua como professor da Fruticultura de Clima Temperado na Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel - FAEM, da Universidade Federal de Pelotas - UFPel. Tem experiência na área de fruticultura, atuando principalmente nos seguintes temas: vitivinicultura, manejo de pomares, fisiologia pós-colheita de frutas e armazenamento refrigerado.

Certificado pelo autor em 09/08/11

Downloads

Publicado

2011-09-02

Edição

Seção

Artigos