Ocorrência de moluscos límnicos e crustáceo em macroaglomerados do mexilhão dourado, Limnoperna fortunei (Dunker, 1857) sobre sarandi no lago Guaíba (RS, Brasil)

Maria Cristina Dreher Mansur, Cíntia Pinheiro dos Santos, Lucia Maria Zani Richinitti, Daniel Pereira, Cibele Boeira Batista, Marina B. da Silveira, Regina Maria de Fraga Alberto, Maria Cristina Pons da Silva

Resumo


Objetivando avaliar a ocorrência de invertebrados associados aos macroaglomerados de Limnoperna fortunei (Dunker, 1857) sobre galhos de sarandi (Chephhalanthus glabratus (Spreng.) K. Schum) foram realizadas coletas qualitativas (N=28) no período de 2002 a 2004, na Praia do Veludo, lago Guaíba (Porto Alegre, RS). Destacaram-se os gastrópodes Heleobia piscium (Orbigny, 1835) (78,57%), como espécie constante nas amostras; Potamolithus jacuhyensis Pilsbry, 1899 (35,71%), como espécie acessória e o crustáceo Hyalella curvispina Shoemaker, 1942 (26%), como espécie acessória. Os demais táxons foram acidentais (<25%): Ampullariidae (indivíduos jovens); Heleobia davisi (Silva & Thomé, 1985); Chilina parva (Martens, 1868) e Corbicula fluminea (Müller, 1774). As relações interespecíficas destes táxons são até o momento pouco conhecidas.


Palavras-chave


Invertebrados; Incrustraçõe; Invasora; Lago sub-tropical; Mexilhão dourado

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2008v21n4p179

Direitos autorais 2008 Maria Cristina Dreher Mansur, Cíntia Pinheiro dos Santos, Lucia Maria Zani Richinitti, Daniel Pereira, Cibele Boeira Batista, Marina B. da Silveira, Regina Maria de Fraga Alberto, Maria Cristina Pons da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.