Dieta e conteúdo calórico de aves atropeladas na região central do estado do Paraná, Brasil

Camila Crispim de Oliveira Ramos, Claudio Henrique Zawadzki, Evanilde Benedito

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2011v24n4p153

Foi analisado o conteúdo estomacal e calórico de 70 espécimes de aves atropeladas em estradas da região central do estado do Paraná, Brasil. Das amostras analisadas, 31% foram de aves omnívoras, 30% insetívoras, 16% carnívoras, 14% frugívoras e 9% insetívoro/frugívoras. Diversificação na dieta foi constatada, especialmente, para carnívoros e omnívoros. Os itens alimentares com maior ocorrência foram Coleoptera (20%), Sementes (17%) e Hymenoptera (15%). O item com maior freqüência volumétrica foi Rodentia (35%). Frugívoros e insetívoros apresentaram as maiores médias calóricas. A presença de itens de diversas origens na dieta das espécies pode significar escassez dos itens preferenciais em conseqüência do impacto das rodovias.


Palavras-chave


Avifauna; Alimentação; Conteúdo calórico; Impacto; Rodovias

Texto completo:

PDF/A


Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.