Capacidade de predação de sementes de Erythrina falcata Benth. (Fabaceae, Faboideae) por larvas de três espécies de Lepidoptera – Crambidae e o efeito de parasitoides sobre a interação

Cristiano Marcondes Pereira, Paulo Roberto Da Silva

Resumo


Este estudo teve como objetivo estimar a quantidade média de sementes de Erythrina falcata consumida por larvas de Agathodes designalis (Guenée, 1854), Liopasia ochracealis (Walker 1865) e Terastia meticulosalis (Guenée, 1854) (Lepidoptera, Crambidae) que predam suas sementes. As larvas de lepidópteros foram coletadas de vagens de E. falcata em ambiente natural, individualizadas em placas de Petri e alimentadas com sementes imaturas. O número médio de sementes predadas variou de duas, para A. designalis a cinco para L. ochracealis. O parasitismo de Macrocentrus sp. (Hymenoptera, Braconidae) em larvas de T. meticulosalis, é relatado pela primeira vez. Os resultados demonstram que a ação do parasitoide é um dos fatores que influencia nas taxas de predação de sementes de E. falcata por larvas de lepidópteros no ambiente natural.





Palavras-chave


Interação inseto-planta; Mata Atlântica; Macrocentrus; Terastia meticulosalis

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2013v26n4p69

Direitos autorais 2013 Cristiano Marcondes Pereira, Paulo Roberto Da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.