Estudo anatômico do circuito arterial do encéfalo em Eira barbara – relato de dois casos.

Breno Costa de Macedo, Érika Branco, Luiza Corrêa Pereira, Ana Rita de Lima

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2014v27n2p177

O Eira barbara é um mustelídeo de ampla distribuição na América latina vulgarmente conhecido como Papa-mel. Tendo em vista a carência de informações a respeito da anatomia dos mustelídeos, assim como a importância de um modelo vascular para a compreensão das lesões neurológicas no sistema nervoso central, este trabalho objetivou descrever a morfologia e a composição do circuito arterial da base do encéfalo do E. barbara fornecendo dados para estudos futuros. Para tal utilizou-se dois espécimes, machos, jovens, provenientes, da área de Mina Bauxita Paragominas-PA, doados após morte ao LaPMA. Os espécimes tiveram o sistema arterial preenchido com látex Neoprene 650 corado em vermelho e foram fixados em formaldeído 10% sendo posteriormente dissecados para sistematização dos vasos. Os animais estudados apresentaram o circuito arterial da base do encéfalo suprido pelas artérias carótidas internas e artéria basilar. A artéria carótida interna, após atravessar a dura-máter, continuou cranialmente emitindo as artérias cerebrais médias e terminando como artérias cerebrais craniais que se anastomosam fechando rostralmente o circuito arterial. As artérias comunicantes caudais integraram a artéria basilar ao circulo arterial e emitiram as artérias cerebrais caudais e cerebelares rostrais. A artéria basilar revelou como principais ramos, as artérias cerebelares médias e caudais.


Palavras-chave


Círculo do Willis; Eira Barbara; Vascularização encefálica

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2014v27n2p177

Direitos autorais 2014 Breno Costa de Macedo, Érika Branco, Luiza Corrêa Pereira, Ana Rita de Lima

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.