Emergência de plântulas de uma matriz de Campomanesia adamantium (Cambess.) O. Berg, sob diferentes condições

Kaila de Assis Ressel Pereira, Matheus de Souza Lima Ribeiro, Edésio Fialho dos Reis

Resumo


Os indivíduos de Campomanesia adamantium são arbustos com bagas arredondadas, amareladas quando maduras, com polpa suculenta, adocicada e aromática. Muito apreciadas pela população do centro-oeste brasileiro, além do potencial econômico, as gabirobeiras possuem importante função ecológica e medicinal. Os poucos registros sobre os métodos de propagação de C. adamantium demonstram respostas variadas do processo germinativo, por vezes em condições semelhantes. Objetivou-se com este estudo avaliar a influência de diferentes substratos e métodos de extração da polpa das sementes, sobre a emergência de plântulas de C. adamantium, coletadas de um único indivíduo. O experimento fundamentou-se em quatro métodos de extração da polpa a) controle: sementes semeadas com polpa; b) sementes cuja polpa foi retirada mecanicamente pelo atrito com serragem fina; c) sementes cuja polpa foi retirada com lavagem em água corrente; d) sementes com polpa embebidas por 24 h; e, quatro substratos para o plantio: 1) Vermiculita; 2) Plantmax®; 3) Tri-Mix®; 4) areia média lavada. O substrato areia apresentou o melhor potencial de emergência. Não houve diferença significativa entre os métodos de extração de polpa. A presença da polpa não representou perdas no potencial de emergência, tempo médio ou velocidade média de emergência.


Palavras-chave


Cerrado; Extração de polpa; Gabiroba; Substratos

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2014v27n4p29

Direitos autorais 2014 Kaila de Assis Ressel Pereira, Matheus de Souza Lima Ribeiro, Edésio Fialho dos Reis

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.