Ecofisiologia de duas espécies tropicais em uma plantação abandonada de eucalipto: efeito da remoção da serapilheira e sazonalidade

Frederico Lage-Pinto, Elaine Bernini, Jurandi Gonçalves de Oliveira, Marcelo Trindade Nascimento, Angela Pierre Vitória

Resumo


O efeito da remoção da serapilheira sobre as variáveis do processo fotossintético (trocas gasosas, fluorescência da clorofila a, e conteúdo de pigmentos fotossintéticos) das espécies tropicais Xylopia sericea A. St.-Hil. e Siparuna guianensis Aubl. foi avaliado em um plantio abandonado de eucalipto (Corymbia citriodora (Hook.) K.D.Hill & L.A.S.Johnson (Myrtaceae)) durante os períodos chuvoso e seco, após 5 anos de remoção da serapilheira, na Reserva Biológica União, Rio de Janeiro, Brasil. A remoção da serapilheira não influenciou as respostas ecofisiológicas das espécies. Entretanto, significativa variação sazonal foi verificada. Durante o período seco, a concentração intercelular de CO2 (Ci ), a transpiração (E), e a condutância estomática (gs ) apresentaram redução nos valores, enquanto a eficiência intrínseca no uso da água (EIUA), a dissipação não-fotoquímica (NPQ) e os carotenoides aumentaram, resultado que sugere uma estratégia protetora contra estresse. No entanto, os valores de Fv /Fm (rendimento quântico máximo) e Fm /Fo (taxa de rendimento da fluorescência pelos estados aberto e fechado) indicam que, mesmo durante o período seco, não houve redução fotoquímica nas espécies. Apenas S. guianensis apresentou redução nos valores da taxa de fotossíntese líquida (A) durante o período seco. Os dados sugerem que X. sericea é fotossinteticamente mais eficiente sob condições de baixa disponibilidade de água e que a remoção da serapilheira por um período de 5 anos não promove diferenças nos processos ecofisiológicos das espécies analisadas.


Palavras-chave


Corymbia citriodora; Floresta Atlântica; Fotossíntese; Siparuna guianensis; Xylopia sericea

Texto completo:

PDF/A (English)


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2015v28n2p27

Direitos autorais 2015 Frederico Lage-Pinto, Elaine Bernini, Jurandi Gonçalves de Oliveira, Marcelo Trindade Nascimento, Angela Pierre Vitória

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.