Métodos de inoculação de Colletotrichum lindemuthianum em sementes de feijão e danos em plântulas

Patricia Migliorini, Keilor da Rosa Dorneles, Gustavo Fonseca Rodrigues, Gabriele de Paula, Lilian Vanussa Madruga de Tunes

Resumo


A antracnose causada pelo fungo Colletotrichum lindemuthianum (Sacc. & Magnus) Scrib. é uma das doenças mais sérias da cultura do feijão. Técnicas de inoculação são importantes para avaliações de resistência de genótipos e de métodos de controle em fases iniciais do desenvolvimento de plântulas. Diante da necessidade de se obter plântulas infectadas, o presente trabalho teve por objetivo testar diferentes métodos de inoculação de C. lindemuthianum em sementes de feijão e verificar o impacto na emergência e no desenvolvimento inicial das plântulas. Foram utilizadas sementes da cv. BRS Expedito, as quais foram inoculadas pelos métodos de suspensão de esporos, de contato com o patógeno em meio com restrição hídrica e de inoculação com discos de BDA contendo micélio e esporos do fungo no substrato. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com oito repetições. Foram feitas avaliações de emergência, comprimento de parte aérea, massa seca de parte aérea e a incidência de sintomas da doença em folha e no hipocótilo. Os métodos de inoculação utilizados foram eficientes para causar infecção do patógeno em plântulas de feijão, sem afetar a emergência, destacando o método de contato com o patógeno em meio com restrição hídrica como o mais eficaz.


Palavras-chave


Antracnose; Contaminação; Desenvolvimento inicial; Feijão; Infecção

Texto completo:

PDF/A

Referências


ARAÚJO, D. V.; POZZA, E. A.; MACHADO, J. C.; ZAMBENEDETTI, E. B.; CELANO, F. A. O.; CARVALHO, E. M.; CAMARGOS, V. N. Influência da temperatura e do tempo de inoculação das sementes de algodão na transmissibilidade de Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides. Fitopatologia Brasileira, Brasília, v. 31, n. 1, p. 35-40, 2006.

BARROCAS, E. N.; MACHADO, J. C.; ALVES, M. C.; CORRÊA, C. L. Desempenho de sementes de algodão submetidas à deficiência hídrica e presença de Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides. Bioscience Journal, Uberlandia, v. 30, n. 2, p. 421-428, 2014.

BIANCHINI, A.; MARINGONI, A. C.; CARNEIRO, S. M. P. G. Doenças do feijoeiro (Phaseoluls vulgaris L.). In: KIMATI, H.; AMORIM, L.; REZENDE, J. A. M.; BERGAMIN FILHO, A.; CAMARGO, L. E. A. (Ed.). Manual de Fitopatologia. Vol. 2. 4 ed. São Paulo: Editora Ceres, 2005. p. 333-349.

BOTELHO, L. S.; ZANCAN, W. L. A.; MACHADO, J. C.; BARROCAS, E. N. Performance of common bean seeds infected by the fungus Sclerotinia sclerotiorum. Journal of Seed Science, Londrina, v. 35, n. 2, p. 153-160, 2013.

CONAB – COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. Acompanhamento da safra brasileira de grãos. Vol. 3 – Safra 2015/16, n. 7 – Sétimo levantamento Levantamento, abril 2016. Disponível em . Acesso em: 06 abril 2016.

CORREA, B. O.; MOURA, A. B.; DENARDIN, N. D.; SOARES, V. N.; SCHÄFER, J. T.; LUDWIG, J. Influência da microbiolização de sementes de feijão sobre a transmissão de Colletrichum Lindemuthianum (Saac e Magn). Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v. 30, n. 2, p. 156-163, 2008.

COSTA, M. L. N.; MACHADO, J. C.; GUIMARÃES, R. M.; POZZA, E. A.; ORIDE, D. Inoculação de Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli em sementes de feijoeiro através de restrição hídrica. Ciência Agrotecnologia, Lavras, v. 27, n. 5, p. 1023-1030, 2003.

FALCÃO, J. V.; ORILI, F. P.; ÁVILA, Z. R. de; MELLO, S. C. M. de. Estabelecimento de metodologia para contaminação de solo com propágulos dos fungos Sclerotinia sclerotiorum e Sclerotium rolfsii, e expressão de doença em soja. Comunicado Técnico. Brasília, 2005. Disponível em . Acesso em: 06 abril 2016.

FERREIRA, D. F. Programa SISVAR. exe: Sistema de análise de variância. Versão 5.0. Lavras: UFLA, 2007.

GALLI, J. A.; PANIZZI, C. de.; VIEIRA, R. D. Resistência de variedades de soja à morte de plântulas causada por Colletotrichum truncatum. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v. 74, n. 2, p. 163-165, 2007.

GARCIA, R. A.; JULIATTI, F. C. Avaliação da resistência da soja a Sclerotinia sclerotiorum em diferentes estádios fenológicos e períodos de exposição ao inóculo. Tropical Plant Pathology, Brasília, v. 37, n. 3, p. 196-203, 2012.

JUNGES, E.; MUNIZ, M. F. B.; BASTOS, B. O.; ORUOSKI, P. Biopriming in bean seeds. Acta Agriculturae Scandinavica, Section B — Soil & Plant Science, Copenhagen v. 66, p. 207-214, 2015.

MATHUR, R. S.; BARNETT, H. L.; LILLY, V. G. Sporulation of Colletotrichum lindemuthianum in culture. Phytopathology, East Lansing, v. 40, n. 1, p. 104-114, 1950.

NAKAGAWA, J. Testes de vigor baseados no desempenho das plântulas. In: VIEIRA, R.D.; CARVALHO, N. M. (Ed.). Testes de vigor em sementes. Jaboticabal: FUNEP, 1994. 164 p.

NAKAGAWA, J. Testes de vigor baseados no desempenho das plântulas. In: KRZYZANOWSKI, F. C.; VIEIRA, R. D.; FRANÇA NETO, J. B. Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: ABRATES, 1999. p. 2-21.

PEDROSO, D. C.; MENEZES, V. O.; MUNIZ, M. F. B.; PIVETA, G., TUNES, L. V. M. de.; MULLER, J.; MENEZES, N. L. de. Métodos de inoculação de Alternaria alternata e A. dauci em sementes de salsa e sua influência na qualidade fisiológica. Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v. 32, n. 3, p. 79-85, 2010.

REIS, G. F.; BACCHI, L. M. A.; GAVASSONI, W. L.; HIRATA, L. M.; PONTIM, B. C. A. Viabilidade de armazenamento de sementes de soja inoculadas com Sclerotinia sclerotiorum em meio com restrição hídrica. Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 40, n. 2, p. 168-173, 2014.

REY, M. S.; LIMA, N. B.; SANTOS, J. dos.; PIEROBOM, C. R. Transmissão semente-plântula de Colletotrichum Lindemuthinum em feijão (Phaseolus vulgaris). Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v. 76, n. 3, p. 465-470, 2009.

SOUSA, M. V.; MACHADO, J. C.; PFENNING, L. H.; KAWASAKI, V. H.; ARAÚJO, D. V.; SILVA, A. A.; MARTINI NETO, A. Métodos de inoculação e efeitos de Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum em sementes de algodoeiro. Tropical Plant Pathology, Brasília, v. 33, n. 1, p. 41-48, 2008.

TANAKA, M. A. S.; MACHADO, J. C. Patologia de sementes. Informe Agropecuário, Belo Horizonte, v. 11, n. 122, p. 40-46, 1985.

VENTUROSO, L. R.; BACCHI, L. M. A; GAVASSONI, W. L; VENTUROSO, L. A. C.; PONTIM, B. C. A; REIS, G. F. Inoculação de Sclerotinia sclerotiorum em sementes de oleaginosas: transmissão e seus efeitos sobre a emergência de plantas. Ciência Rural, Santa Maria, v. 45, n. 5, p. 788-793, 2015.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2017v30n1p37

Direitos autorais 2017 Patricia Migliorini, Keilor da Rosa Dorneles, Gustavo Fonseca Rodrigues, Gabriele de Paula, Lilian Vanussa Madruga de Tunes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.