Fauna de répteis dos remanescentes florestais e cultivos agrícolas da Fazenda Cambuhy, municípios de Matão, Nova Europa e Tabatinga, região Noroeste do estado de São Paulo

Ana Bárbara Barros, Frederico Alcântara Menezes, José Ricardo Falconi, João Gabriel Ribeiro Giovanelli

Resumo


A região Noroeste é a mais desmatada e com menor concentração de Unidades de Conservação do estado de São Paulo. Apesar dos avanços científicos recentes, ainda existem lacunas de conhecimento de herpetofauna. O presente estudo teve como objetivo fornecer informações sobre riqueza, abundância e uso do habitat dos répteis da Fazenda Cambuhy, que abrange os municípios de Matão, Nova Europa e Tabatinga. As amostragens ocorreram entre os anos de 2013 a 2015, utilizando-se quatro metodologias: armadilhas de interceptação e queda, procura visual limitada por tempo, procura em estradas e encontros ocasionais. Foram incluídos também os registros disponíveis em coleções científicas e na literatura. Foram registradas 46 espécies de répteis pertencentes aos grupos Squamata e Crocodylia. As espécies mais frequentes foram Salvator merianae (N = 55), espécie mais abundante em todos os ambientes amostrados, Notomabuya frenata (N = 14), amostrada somente nas florestas e Ameiva ameiva (N = 4), registrada nos ambientes antrópicos e florestais. A composição de espécies registrada reflete o posicionamento da área de estudo, apresentando a maioria das espécies associadas aos biomas Cerrado e Mata Atlântica. A riqueza de répteis da Fazenda Cambuhy representa 21% da riqueza de répteis do estado, sendo de grande significância para conservação da herpetofauna da região Noroeste do estado de São Paulo.


Palavras-chave


Cerrado; Herpetofauna; Inventário; Mata Atlântica; Matriz; Riqueza

Texto completo:

PDF/A

Referências


ARAÚJO, C. O.; ALMEIDA-SANTOS, S. M. Herpetofauna in a cerrado remnant in the state of São Paulo, Southeastern Brazil. Biota Neotropica, Campinas, v. 11, n. 3, p. 47-62, 2011.

ARAÚJO, C. O.; CÔRREA-FILHO, D. T.; SAWAYA, R. J. Snake assemblage of Estação Ecológica de Santa Bárbara, SP: a Cerrado remnant in Southeastern Brazil. Biota Neotropica, Campinas, v. 10, n. 2, p. 235-245, 2010.

ARAÚJO, C. O.; MAFFEI, F.; CORRÊA, D. T.; MOYA, G. M.; NASCIMENTO, B. T. M.; ALMEIDA-SANTOS, S. M. Lizards from Estação Ecológica de Santa Barbára, a remnant of Cerrado in the state of São Paulo, Brazil. Check List, Rio Claro, v. 10, n. 5, p. 1038-1043, 2014.

ARID, F. M.; CASTRO, P. R. M.; BARCHA, S. F. Estudos hidrogeológicos no município de São José do Rio Preto, SP. Boletim da Sociedade Brasileira de Geologia, São Paulo, v. 19, p. 43-69, 1970.

BARCHA, S. F.; ARID, F. M. Estudo da evapotranspiração na região norte-ocidental do estado de São Paulo. Revista de Ciências da Faculdade de Ciências e Letras, São Paulo, v. 1, p. 94-122, 1971.

BRESSAN, P. M.; KIERULFF, M. C. M.; SUGIEDA, A. M. Fauna ameaçada de extinção no estado de São Paulo: vertebrados. São Paulo: Fundação Parque Zoológico de São Paulo: Secretaria do Meio Ambiente, 2009. 645 p.

CAMPBELL, H. W.; CHRISTMAN, S. P. Field techniques for herpetofaunal community analysis. In: SCOTT-JR, N. J. (Ed.). Herpetological communities: a Symposium of the Society for the Study of Amphibians and Reptiles and the Herpetologist’s League. Washington: U. S. Fish Wildlife Service, 1982. p. 193-200.

CECHIN, S. Z.; MARTINS, M. Eficiência de armadilhas de queda (pitfall traps) em amostragens de anfíbios e répteis no Brasil. Revista Brasileira de Zoologia, Curitiba, v. 17, n. 3, p. 729-740, 2000.

CICCHI, P. J. P.; SERAFIM, H.; SENA, M. A.; CENTENO, F. C.; JIM, J. Herpetofauna em uma área de Floresta Atlântica na Ilha Anchieta, município de Ubatuba, sudeste do Brasil. Biota Neotropica, Campinas, v. 9, n. 2, p. 201-212, 2009.

CONDEZ, T. H.; SAWAYA, R. J.; DIXO, M. Herpetofauna dos remanescentes de Mata Atlântica da região de Tapiraí e Piedade, SP, sudeste do Brasil. Biota Neotropica, Campinas, v. 9, n. 1, p. 157-185, 2009.

FERRAREZZI, H. Sistemática filogenética de Elapomorphus, Phalotris e Apostolepis (Serpentes: Colubridae: Xenodontinae). 1993. 276 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade de São Paulo, São Paulo. 1993.

FORLANI, M. C.; BERNARDO, P. H.; HADDAD, C. B. F.; ZAHER, H. Herpetofauna do Parque Estadual Carlos Botelho, São Paulo, Brasil. Biota Neotropica, Campinas, v. 10, n. 3, p. 265-308, 2010.

GREENBERG, C. H.; NEARY, D. G.; HARRIS, L. D. A comparison of herpetofaunal sampling effectiveness of pitfall, single-ended, and double-ended funnel traps used with drift fences. Journal of Herpetology, Salt Lake City, v. 28, n. 3, p. 319-324, 1994.

HAMMER, Ø., HARPER, D. T. A.; RYAN, P. D. Paleontological statistics software package for education and data analysis. Paleontologia Electronica, Oslo, v. 4, n. 1, p. 1-9, 2001.

IUCN. List of threatened species. Version 2015-4. 2016. Disponível em . Acesso em: 23 maio 2016.

KRONKA, F. J. N.; MATSUKUMA, C. K.; NALON, M. A.; DELCALI, I. H.; ROSSI, M.; MATTOS, I. F. A.; SHINIKE, M. S.; PONTINHAS, A. A. S. Inventário florestal do estado de São Paulo. São Paulo: Instituto Florestal, 1993. 199 p.

MAGURRAN, A. E. Measuring biological diversity. Oxford: Blackwell Science, 2004. 256 p.

MARTINS, M.; OLIVEIRA, M. E. Natural history of snakes in forests of the Manaus region, Central Amazonia, Brazil. Herpetological Natural History, Victorville, v. 6, p. 78-150, 1998.

MMA – MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Portaria nº 444, de 17 de dezembro de 2014. Reconhece como espécies da fauna brasileira ameaçadas de extinção aquelas constantes da “Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção”. Ministério do Meio Ambiente, 2014.

NOGUEIRA, C. Ecologia histórica de Bothrops spp. (Serpentes: Viperidae: Crotalinae) simpátricas no Cerrado. 2001. 69 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, São Paulo. 2001.

NECCHI-JUNIOR, O. (Ed.). Fauna e flora dos fragmentos florestais remanescentes da região norte do estado de São Paulo. Ribeirão Preto: Holos, 2012. 301 p.

PEREIRA, D. N.; SAWAYA, R. J. Répteis Squamata de remanescentes florestais da região noroeste do estado de São Paulo. In: NECCHI-JUNIOR, O. (Ed.). Fauna e flora de fragmentos florestais remanescentes da região noroeste do estado de São Paulo. Ribeirão Preto: Holos, 2012. p. 227-241.

RECODER, R. S.; TEIXEIRA JUNIOR, M.; CAMACHO, A.; NUNES, P. M. S.; MOTT, T.; VALDUJO, P. H.; GHELLERE, J. M.; NOGUEIRA, C.; RODRIGUES, M. T. Reptiles of Serra Geral do Tocantins Ecological Station, Central Brazil. Biota Neotropica, Campinas, v. 11, n. 1, p. 263-281, 2011.

SAWAYA, R. J.; MARQUES, O. A. V.; MARTINS, M. Composição e história natural das serpentes de cerrado de Itirapina, São Paulo, sudeste do Brasil. Biota Neotropica, Campinas, v. 8, n. 2, p. 127-149, 2008.

SBH – SOCIEDADE BRASILEIRA DE HERPETOLOGIA. Dispõe de informação sobre os anfíbios e répteis do Brasil. Disponível em . Acesso em: 23 maio 2016.

SCOTT-JR., N. J.; MAXWELL, T. C.; THORNTON-JR., O. W.; FITZGERALD, L. A.; FLURY, J. W. Distribution, habitat, and future of Harter’s Water Snake, Nerodia harteri, in Texas. Journal of Herpetology, Salt Lake City, v. 23, n. 4, p. 373-389, 1989.

SPECIESLINK. Sistema distribuído de informação que integra em tempo real, dados primários de coleções científicas. 2016. Disponível em . Acesso em: 25 maio 2016.

THOMÉ, M. T. C. Diversidade de anuros e lagartos em fisionomias de Cerrado na região de Itirapina, sudeste do Brasil. 2006. 52 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade de São Paulo, São Paulo. 2006.

UETANABARO, M.; SOUZA, F. L.; FILHO, P. L.; BEDA, A. F.; BRANDÃO, R. A. Anfíbios e répteis do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, Mato Grosso do Sul, Brasil. Biota Neotropica, Campinas, v. 7, n. 3, p. 279-289, 2007.

ZAHER, H.; BARBO, F. E.; MARTÍNEZ, P. S.; NOGUEIRA, C.; RODRIGUES, M. T.; SAWAYA R. J. Répteis do estado de São Paulo: conhecimento atual e perspectivas. Biota Neotropica, Campinas, v. 11, n. 1a, p. 1-15, 2011.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2017v30n1p79

Direitos autorais 2017 Ana Bárbara Barros, Frederico Alcântara Menezes, José Ricardo Falconi, João Gabriel Ribeiro Giovanelli

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.