Composição florística e estrutura do compartimento herbáceo de um estágio sucessional avançado da Floresta Atlêntica, no sul do Brasil

Lúcia Patrícia Pereira Dorneles, Raquel Rejane Bonato Negrelle

Resumo


Este trabalho apresenta a composição florística e a estrutura fitossociológica do componente herbáceo de um trecho de Floresta Atlântica localizado na Reserva Volta Velha (Itapoá, SC). Em um hectare foram dispostas 100 parcelas 1 m². Todos os indivíduos com altura superior a 5cm e inferior a 1m foram marcados, identificados e mensurados (cobertura e altura). No total, 1159 indivíduos foram amostrados, incluídos em 44 famílias, 76 gêneros e 104 espécies. As herbáceas de maior importância relativa pertenciam às famílias: Bromeliaceae, Blechnaceae, Dryopteridaceae e Polypodiaceae. Dentre as famílias com maior representatividade de espécies arbóreas e arbustivas, destacaram-se Rubiaceae, Myrtaceae e Myrsinaceae. As espécies mais importantes florística e estruturalmente foram: Nidularium innocentii, Blechnum serrulatum e Rapanea venosa.

Palavras-chave


Floresta Atlântica; Componente herbáceo; Floresta Tropical

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 1999 Lúcia Patrícia Pereira Dorneles, Raquel Rejane Bonato Negrelle

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.