Uso de fitorreguladores na expressão sexual de abobrinha (Cucurbita pepo var. melopepo)

Autores

  • Ricardo Neiva Iozi Pós-Graduação em Agronomia - UNESP
  • João Domingos Rodrigues Departamento de Botânica - UNESP
  • Rumy Goto Departamento de Horticultura - UNESP
  • Elizabeth Orika Ono Departamento de Botânica - UNESP

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Cucurbita pepo, Ethephon, NAA, Produção de flores femininas

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo verificar o aumento da produção de flores femininas em plantas de abobrinha (Cucurbita pepo var. melopepo) através da aplicação de fitorreguladores. Plantas de abobrinha foram pulverizadas com 200 mg.L-1 de ethephon e 50 mg.L-1 de NAA (ácido naftalenoacético) em dois estádios de desenvolvimento, 2ª e 4ª folha verdadeira. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com 5 tratamentos, em arrano fatorial 2x2+1 (testemunha) e 3 blocos. A aplicação de fitorreguladores aumentou o número de flores femininas. Com exceção do tratamento com NAA 50 mg.L-1 aplicado no estádio de 4ª folha verdadeira, os demais tratamentos diminuíram o número de flores masculinas. Os fitorreguladores não anteciparam a floração feminina, mas postergaram a masculina, além de aumentarem a proporção de flores femininas e masculinas em relação à testemunha, embora sem diferença estatística para todos os tratamentos.

Biografia do Autor

Ricardo Neiva Iozi, Pós-Graduação em Agronomia - UNESP

Possui Graduação em Agronomia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e Mestrado em Agronomia (Agricultura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Mais informações no Currículo Lattes.

João Domingos Rodrigues, Departamento de Botânica - UNESP

Formado em Agronomia pela Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu, Graduação em Licenciatura em Ciências Agronômicas pela Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu e Doutorado em Ciências (PhD) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e Livre-Docente em Fisiologia Vegetal pelo Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista - UNESP. Atualmente é Professor Titular da Universidade Estadual Paulista - UNESP.

Mais informações no Currículo Lattes.

Rumy Goto, Departamento de Horticultura - UNESP

Formada em Engenharia Agronômica pela Universidade de São Paulo (ESALQ), possui Mestrado em Agronomia (Horticultura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (FCA) e Doutorado em Agronomia (Produção Vegetal) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (FCAV). Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita, Faculdade de Ciências Agronômicas, Campus de Botucatu, em RDIDP.

Mais informações no Currículo Lattes.

Elizabeth Orika Ono, Departamento de Botânica - UNESP

Graduada em Ciências Biológicas Bacharelado/Licenciatura pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Mestrado em Ciências Biológicas (Botânica) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atualmente é Professora Adjunta/Livre-Docente do Departamento de Botânica, do Instituto de Biociências de Botucatu, da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Mais informações no Currículo Lattes.

Downloads

Publicado

1999-01-01

Edição

Seção

Artigos