Influência do dietilmaleato na sobrevida e no nível de proteínas séricas de camundongos irradiados com cobalto

Eliane Bernardes, Nélida Lúcia del Mastro

Resumo


O uso de drogas radiomodificadoras que alteram o efeito da radiação, protegendo ou sensibilizando células ou organismos, apresenta grande interesse nos casos de radioterapia de tumores. A glutationa (GSH) pode ser considerada o principal radioprotetor endógeno. O dietilmaleato (DEM) é uma substância que bloqueia o GSH intracelular. O objetivo deste trabalho visa estabelecer a competência radiomodificadora do DEM em dois veículos, óleo de amendoim e solução de etanol, ao reduzir o nível de GSH intracelular, por meio da análise das curvas de sobrevida de camundongos irradiados e a nível de percentagens relativas de proteínas séricas. Grupos de animais foram previamente injetados intraperitonealmente com 0,3ml de solução de DEM (418 e 150 uM) nos dois veículos e irradiados com dose aguda de 9 Gy (60Co), uma hora após a injeção. A sobrevida dos camundongos foi acompanhada durante 30 dias e os perfis eletroforéticos das proteínas séricas 1,3 e 7 dias respectivamente após a irradiação. A análise dos resultados mostra que a ação do DEM na radiossensibilidade de camundongos depende do veículo utilizado, já que os próprios veículos apresentam ação radiomodificadora.

Palavras-chave


Glutationa; Irradiação de Camundongos; Dietilmaleato; Proteínas séricas

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 1993 Eliane Bernardes, Nélida Lúcia del Mastro

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.