Estrutura das comunidades de formigas (Hymenoptera: formicidae) de solo e vegetação no morro da Lagoa da Conceição, Ilha de Santa Catarina, SC

Inara Roberta Leal, Benedito Cortês Lopes

Resumo


A partir da lista de espécies de formigas amostradas em oito trilhas no Morro da Lagoa da Conceição, Ilha de Santa Catarina, SC, foram feitas curvas de dominância-diversidade e calculados índices de diversidade e similaridade para solo e vegetação. O solo apresentou um maior número de espécies de formigas que a vegetação, além de uma maior relação de dominância entre as espécies. As comunidades de formigas de solo, apresentaram maior diversidade de espécies nas trilhas com vegetação bem estratificada, solo rico em matérias orgânica e serrapilheria. Em locais com solo muito úmido e em locais em estágios iniciais de sucessão, a diversidade diminuiu. Para as formigas de vegetação, a diversidade de espécies não variou de acordo com as mudanças climáticas, edáficas e vegetacionais. As comunidades de formigas de vegetação parecem ser bastante diferentes das de solo.

Palavras-chave


Formigas de solo; Formigas de vegetação; Diversidade ecológica; Estrutura comunitária; Mata Atlântica

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 1992 Inara Roberta Leal, Benedito Cortês Lopes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.