CAPS i: avanços e desafios após uma década de funcionamento

Conteúdo do artigo principal

Igho Leonardo do Nascimento Carvalho

Resumo

A saúde mental infanto-juvenil no Brasil tem como principal estratégia o Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (Caps i), que representa a efetivação dos princípios da Reforma Psiquiátrica. Após uma década da implantação do Caps i (2002-2012), é possível abordar os avanços e desafios assistenciais dessa instituição por meio da divisão em: intramuro e extramuro. O estudo possui natureza crítico-reflexivo, em que se realizou levantamento sobre a produção científica relacionada ao Caps i nesse período. Apresentou como resultado um esquema que delinea o Caps i Intramuro e o Caps i Extramuro. Concluindo-se que o Caps i ratifica sua importância como um serviço inovador e promotor de relevante cuidado à saúde de crianças e adolescentes com transtornos mentais.

Detalhes do artigo

Como Citar
CARVALHO, . L. do N. CAPS i: avanços e desafios após uma década de funcionamento. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/Brazilian Journal of Mental Health, [S. l.], v. 6, n. 14, p. 42–60, 2014. DOI: 10.5007/cbsm.v6i14.68584. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/68584. Acesso em: 10 dez. 2022.
Seção
Artigos originais
Biografia do Autor

Igho Leonardo do Nascimento Carvalho, UNIVERSIDADE DE FORTALEZA

Formado em Enfermagem. Atua na Emergência do Hospital Regional do Cariri (CE). Mestrando em Saúde Coletiva pela UNIFOR.