Esquemas iniciais desadaptativos e dependência de crack

Autores

  • Cristina Pilla Della Méa Faculdade Meridional (IMED), Passo Fundo-RS
  • Rodrigo Beltrame Rodhen Faculdade Meridional (IMED)
  • Leda Rúbia Maurina Coelho Faculdade Meridional (IMED)

Palavras-chave:

Dependência química de crack, Esquemas iniciais desadaptativos, Terapia do esquema

Resumo

A dependência química do crack, no cenário global, é considerada um problema de saúde pública, cuja consequência atinge todas as esferas da vida do usuário, a família e a sociedade como um todo. Este estudo buscou investigar quais Esquemas Iniciais Desadaptativos (EIDs) que estão presentes em dependentes químicos de crack. Além disso, pretende-se discorrer sobre o diagnóstico de dependência química de crack, bem como revisar sobre uma abordagem de tratamento baseado na Terapia de Esquema (TE). A população estudada compreendeu cinco jovens, do sexo masculino, maiores de 18 anos com o diagnóstico de dependência química de crack que estavam em tratamento numa comunidade terapêutica na cidade de Passo Fundo- RS. Constituiu-se numa pesquisa qualitativa, de cunho exploratório, tendo como instrumento uma entrevista semiestruturada e o Questionário de Esquemas de Young (versão reduzida). Os dados foram trabalhados por análise de conteúdo. Os dependentes químicos de crack apresentam os EID de Abandono, Autossacrifício, Privação Emocional e Padrões Inflexíveis. Percebeu-se dificuldades de relacionamentos com os pais na infância, tais como: pai/cuidador apresentava dependência de alguma substância; pais bastante liberais e relacionamento com conflitos, sem intimidade e nem diálogo. Conclui-se que esses fatores podem ser decisivos para o desenvolvimento dos EIDs apresentados, pois representam necessidades básicas para um desenvolvimento e funcionamento psíquico adequado e adaptativo do sujeito. 

Biografia do Autor

Cristina Pilla Della Méa, Faculdade Meridional (IMED), Passo Fundo-RS

Psicóloga, Especialista em Psicoterapias Cognitivo-Comportamentais (UNISINOS), Especialista em Psicologia Clínica (IMED Docente e Supervisora de Estágio da Escola de Psicologiae do Curso de Especialização em Terapia Cognitivo-Comportamental da Faculdade Meridional (IMED) (Passo Fundo-RS).

Rodrigo Beltrame Rodhen, Faculdade Meridional (IMED)

Psicólogo (Faculdade Meridional-IMED), Pós- graduando em Terapias Cognitivo-Comportamentais no  Instituto de Terapias Cognitivo-Comportamentais (Porto Alegre-RS)

Leda Rúbia Maurina Coelho, Faculdade Meridional (IMED)

Psicóloga, Docente da Escola de Psicologia Faculdade Meridional (IMED) (Passo Fundo-RS), Especialista em Intervenções Psicossociais, Mestre em Educação, Doutoranda, Bolsista  PROBOLOSA em Psicologia na Àrea de Concentração Clínica na PUC-RS.

Downloads

Publicado

2018-07-17

Edição

Seção

Artigos de pesquisa