Satisfação com um serviço de dependência química: Avaliando familiares de usuários

Autores

  • Marcos Vinicius Ferreira dos Santos Centro de Estudos sobre Álcool e outras Drogas - UFES
  • Marluce Miguel de Siqueira Centro de Estudos sobre Álcool e outras Drogas - UFES

Palavras-chave:

Atenção Psicossocial, Dependência Química, Saúde Mental, Avaliação em Saúde

Resumo

Objetivo: mensurar a satisfação dos familiares com um serviço de dependência química da capital do Espírito Santo. Material e Métodos: estudo descritivo, de corte transversal, com abordagem quantitativa, realizado entre outubro de 2013 e janeiro de 2014 no Programa de Reabilitação a Saúde do Toxicômano e Alcoolista (PRESTA). A amostra foi composta por 23 familiares que acompanhavam usuários em tratamento no PRESTA, no regime de internação. O instrumento de coleta de dados incluiu a “Escala de Avaliação da Satisfação em Serviços de Saúde Mental” (SATIS-BR). Resultados: A amostra foi predominantemente feminina (91,3%). Quanto ao grau de parentesco, houve maior prevalência dos genitores (39,2%), seguido pelos cônjuges (30,43%). A droga mais se constituiu como motivo de procura pela internação no serviço foi a cocaína/crack (69,6%) seguida pelo álcool (26,1%). Detectou-se alto grau de satisfação dos familiares com o serviço (4,65). Da mesma forma o grau de satisfação com os resultados do tratamento (4,61), acolhida e competência da equipe (4,83) e também da privacidade e confidencialidade (4,43).  foram altos. As correlações das três subescalas SATIS-BR com a escala global foram positivas, fortes e significativas (r > 0,7 e p < 0,01). Conclusões: A relevância deste estudo reside no fato de fornecer subsídios para melhoria dos serviços e principalmente por ser uma estratégia de dar voz a família, colaborando com sua inclusão no tratamento do usuário.

Biografia do Autor

Marcos Vinicius Ferreira dos Santos, Centro de Estudos sobre Álcool e outras Drogas - UFES

Doutorando em Saúde Pública ENSP-Fiocruz. Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Pesquisador do Centro de Estudos sobre Álcool e outras Drogas da UFES. Professor da Católica de Vitória – Centro Universitário (UCV). Enfermeiro da Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes-RJ

Marluce Miguel de Siqueira, Centro de Estudos sobre Álcool e outras Drogas - UFES

Pós-doutorado em Psiquiatria pela Universidade Federal de São Paulo e em Análise Quantitativa de Políticas Públicas no Population Research Center da Universidade do Texas. Doutorado em Ciências Fisiológicas pela UFES. Mestrado em Enfermagem Psiquiátrica pela Universidade de São Paulo. Professora Titular do Departamento de Enfermagem da UFES. Coordenadora Adjunta do Centro de Estudos sobre Álcool e outras Drogas da UFES. Doutora em Ciências Fisiológicas pela UFES. Enfermeira

Downloads

Publicado

2018-07-17

Edição

Seção

Artigos de pesquisa