A Solidariedade como dispositivo terapêutico na Rede de Atenção Psicossocial

Conteúdo do artigo principal

Elyana Teixeira Sousa
Rosilda Veríssimo Silva

Resumo

As redes de atenção à saúde são uma estratégia do Sistema Único de Saúde para a integralidade da atenção. As redes de atenção psicossocial têm por objetivo a expansão e articulação dos pontos de atenção em saúde mental. A característica das relações entre os serviços, trabalhadores e sociedade, num contexto de redes evoca o tema da solidariedade, que tem o potencial de consolidar as redes com relação a monitorar os tratamentos e cuidados em saúde mental. A solidariedade envolve esses agentes em corresponsabilidade dos diferentes atores e níveis de atenção à saúde. A solidariedade também é suporte na manutenção da horizontalidade das relações entre os diferentes sujeitos em seus diferentes processos de viver, importante para o estabelecimento de ações terapêuticas no território. É ela que mantém viva e forte a rede de cuidados e, em saúde mental, a solidariedade contribui no entendimento e repeito aos diferentes modos de ser.

Detalhes do artigo

Como Citar
SOUSA, Elyana Teixeira; SILVA, Rosilda Veríssimo. A Solidariedade como dispositivo terapêutico na Rede de Atenção Psicossocial. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/Brazilian Journal of Mental Health, [S. l.], v. 8, n. 17, p. 17–31, 2016. DOI: 10.5007/cbsm.v8i17.69291. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/69291. Acesso em: 19 maio. 2024.
Seção
Número Temático: A terapêutica e a natureza do terapêutico
Biografia do Autor

Elyana Teixeira Sousa, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre em Saúde Coletiva pela UFSC

Rosilda Veríssimo Silva, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva – UFSC