Integralidade e clínica ampliada na promoção do direito à saúde das pessoas em situação de rua

Conteúdo do artigo principal

Daniel Rangel Curvo
http://orcid.org/0000-0003-2380-4581
Anna Carolina Vidal Matos
Welison de Lima Sousa
Ana Carolina Amorim da Paz

Resumo

O campo dos direitos humanos é vasto e contempla diversas frentes de temáticas e lutas. Dentre essas, o direito à saúde. No Brasil o surgimento do Sistema Único de Saúde (SUS) implicou na universalização desse direito, acarretando o desafio da inclusão de grupos populacionais historicamente marginalizados, como são as pessoas em situação de rua (PSR). Frente a esse desafio, e com olhar equânime, estratégias para ampliação do acesso e garantia de direitos vêm sendo desenvolvidas. Uma dessas estratégias é o programa Consultório na rua (CnaR), serviço da Atenção Básica destinado a promover o cuidado integral à saúde das PSR. Outra, a Clínica ampliada, apresenta uma operacionalização do cuidado coerente ao princípio de integralidade do SUS. Defendemos que as duas convergem para a efetivação do direito à saúde das PSR e retomam a radicalidade das Reformas Sanitária e Psiquiátrica enquanto projeto societário ética e socialmente orientado.

Detalhes do artigo

Como Citar
CURVO, . R.; MATOS, . C. V.; SOUSA, . de L.; PAZ, . C. A. da. Integralidade e clínica ampliada na promoção do direito à saúde das pessoas em situação de rua. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/Brazilian Journal of Mental Health, [S. l.], v. 10, n. 25, p. 58–82, 2018. DOI: 10.5007/cbsm.v10i25.69614. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/69614. Acesso em: 6 dez. 2022.
Seção
3º Fórum de Direitos Humanos e Saúde Mental