Derrubando muros: Processos de singularização nas práticas de um CAPS Infantojuvenil

Conteúdo do artigo principal

André Ricardo Nader
https://orcid.org/0000-0002-3194-6435
Adriana Marcondes Machado
https://orcid.org/0000-0002-5513-8723

Resumo

Os avanços conquistados com a Reforma Psiquiátrica brasileira, em sua luta contra o horror produzido nos manicômios do país, efetuou um reordenamento de forças e alcançou um redirecionamento nas políticas e nas práticas em saúde mental. Forças, políticas e práticas rearranjadas produzem desafios imprevistos, aos quais o presente artigo objetiva dar visibilidade. Motivados por reflexões produzidas no trabalho com um usuário de um CAPS Infantojuvenil, discutiremos temas sensíveis ao campo da saúde mental pública – idealização e naturalização da loucura, cuidado e violência, divisão disciplinar do trabalho e enrijecimento das práticas –, visando dar sequência ao movimento de desconstrução daquilo que pode, em nós, constituir-se como muros.

Detalhes do artigo

Como Citar
NADER, . R.; MACHADO, . M. Derrubando muros: Processos de singularização nas práticas de um CAPS Infantojuvenil. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/Brazilian Journal of Mental Health, [S. l.], v. 11, n. 30, p. 43–54, 2019. DOI: 10.5007/cbsm.v11i30.69724. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/69724. Acesso em: 27 jan. 2023.
Seção
ATENÇÃO PSICOSSOCIAL A CRIANÇAS E ADOLESCENTES
Biografia do Autor

André Ricardo Nader, Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo - IPUSP

Mestre em Psicologia pela Universidade de São Paulo. Supervisor institucional, Psicanalista e Acompanhante Terapêutico. Autor do livro "O não ao manicômio: fronteiras, estratégias e perigos", Benjamin Editorial, 2019.

Adriana Marcondes Machado, Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo - IPUSP

Professora Doutora do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Mestre e doutora em psicologia social pelo IPUSP. Desenvolve trabalhos e pesquisas sobre os seguintes temas: interface entre Psicologia e Educação, Pesquisa-Intervenção e Formação.