RELIGIOSIDADE E SAÚDE MENTAL: VISÃO DE EQUIPE MULTIPROFISSIONAL DE CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL

Autores

  • Maria Elvira Silva Vieira Universidade federal da Paraíba
  • Marcia Maria Mont'Alverne Barros Universidade Federal da Paraíba
  • Rafael Gomes Firmino UFPB

DOI:

https://doi.org/10.5007/cbsm.v12i33.69803

Palavras-chave:

Saúde Mental, Atenção psicossocial, SUS

Resumo

A interface da religiosidade com a saúde mental é um aspecto de expressiva relevância a ser considerada pela equipe multiprofissional do Centro de Atenção Psicossocial-CAPS, no contexto da atenção prestada às pessoas com transtornos mentais. O presente estudo tem o objetivo de conhecer o lugar da religião e da religiosidade para os usuários do CAPS, na visão de trabalhadores desse dispositivo de cuidado. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório, com abordagem qualitativa, realizado em um município do Estado da Paraíba, especificamente em um CAPS tipo III. Foi realizada uma entrevista semiestruturada com seis trabalhadores: um psicólogo, um assistente social, um enfermeiro, um técnico de enfermagem, um educador físico e um oficineiro. A coleta de informações ocorreu em janeiro de 2019. Utilizou-se a análise de conteúdo temática, consoante Minayo. Todos os aspectos éticos foram atendidos, conforme preconiza a Resolução 466⁄2012, do Conselho Nacional de Saúde. A partir da análise de conteúdo, emergiram três categorias: (1) Presença de conteúdos de religiosidade nas falas dos usuários; (2) Religião como promotora de esperança, de saúde e de cura;(3) Influências da religião/religiosidade no processo de saúde/adoecimento mental dos usuários. Identificou-se, dentre outros achados, que o binômio religião/religiosidade versus saúde mental é um fator importante a ser contemplado pela equipe multiprofissional do CAPS, pois ele produz desdobramentos relevantes na atenção em saúde mental aos usuários.

 

Palavras chave: Religiosidade. Saúde Mental. Equipe Multiprofissional. CAPS.

Biografia do Autor

Maria Elvira Silva Vieira, Universidade federal da Paraíba

graduanda de Terapia Ocupacional/ Departamento de Terapia Ocupacional/ Centro de Ciências da Saúde/UFPB

 

Marcia Maria Mont'Alverne Barros, Universidade Federal da Paraíba

Doutora em Saúde Coletiva, Associação Ampla(UECE/UFC/Unifor); professora do Departamento de Terapia Ocupacional da Universidade Federal da Paraiba(UFPB)

Downloads

Publicado

2020-12-22

Edição

Seção

Artigos de pesquisa