UTILIZAÇÃO DE REDES SOCIAIS POR ACADÊMICOS DE MEDICINA DE UMA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA Use of Social Media By Medical Students of a University of the State Of Santa Catarina

Conteúdo do artigo principal

João Guilherme Teixeira da Silva
Eliane Mazzuco dos Santos
https://orcid.org/0000-0001-6496-2602
Matheus Henrique da Silva Saloti
https://orcid.org/0000-0002-1723-7069
Leonardo Kfouri Medeiros
https://orcid.org/0000-0002-8789-4515

Resumo

Introdução: A ansiedade é caracterizada patologicamente quando exagerada e desproporcional ao estímulo que a levou, a prevalência gira em torno de 25%, principalmente em mulheres jovens. Situações de muito estresse podem acarretar em sintomas ansiosos. O estudante de medicina passa por momentos difíceis de enfrentar, levando a uma maior prevalência de sintomas ansiosos quando comparado com a população geral. As redes sociais são comuns nos dias de hoje e o número de usuários só aumenta, principalmente entre os jovens. Assim como existem os benefícios também há efeitos prejudiciais da adicção a elas. O presente estudo objetivou estimar a prevalência de sintomas ansiosos em acadêmicos de medicina usuários de rede social matriculados em uma universidade do estado de Santa Catarina.


Métodos: Estudo epidemiológico transversal, baseado na técnica de aplicação de questionário, aplicado em 284 acadêmicos de medicina matriculados na Universidade do Sul de Santa Catarina do primeiro ao oitavo semestre.


Resultados: Foi encontrada uma prevalência de 99,30% em relação ao uso de rede social, 46,10% na presença de sintomas quando impossibilitado, 42,91% ao utilizar rede social, 22,70% não conseguem viver sem rede social, 13,12% com problemas de percepção da realidade na rede social.


Conclusões: A prevalência de sintomas ansiosos está intimamente relacionada com o uso abusivo das redes sociais, sendo a quantidade de horas gastas no dia, quantidade de vezes acessadas, dependência a rede, prejuízo à vida diária e percepção da realidade na rede os fatores que mais demonstraram relação com o aumento dos sintomas.

Detalhes do artigo

Como Citar
DA SILVA, João Guilherme Teixeira; DOS SANTOS, Eliane Mazzuco; SALOTI, Matheus Henrique da Silva; MEDEIROS, Leonardo Kfouri. UTILIZAÇÃO DE REDES SOCIAIS POR ACADÊMICOS DE MEDICINA DE UMA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA: Use of Social Media By Medical Students of a University of the State Of Santa Catarina. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/Brazilian Journal of Mental Health, [S. l.], v. 15, n. 43, p. 94–116, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/76399. Acesso em: 20 jun. 2024.
Seção
Artigos originais