UM ENCONTRO NO COTIDIANO: EXPERIÊNCIAS DE UMA EQUIPE DE ACOMPANHANTES TERAPÊUTICOS

Autores

  • Clara Outeiral Taveira
  • Sara Bessa
  • Camila Santos de Souza
  • Franciely Costa Neumann
  • Bruna Araújo

Palavras-chave:

Acompanhamento Terapêutico, Clínica territorial, Recovery, Desinstitucionalização, Autonomia.

Resumo

O Acompanhamento Terapêutico (AT) é um dispositivo clínico cuja intervenção centra-se nos vínculos e relações entre o acompanhado e sua rede de apoio. Esse dispositivo visa a autonomia e reinserção social do acompanhado, de forma que se insere no campo de alternativas à institucionalização em saúde mental. Dessa forma, o objetivo deste artigo é relatar a experiência exitosa de construção e atuação do Lugar de Encontro, uma clínica territorial e afetuosa que acontece no cotidiano e oferece cuidado em saúde mental por meio do dispositivo do AT no Distrito Federal. Para isso, foram descritos o processo de construção, a forma de funcionamento e as modalidades de acompanhamento que o Lugar de Encontro realiza. Ademais, foram apresentados dois casos, um com foco no processo inicial de contato com o AT e o outro na intervenção em crise por meio do dispositivo. A atuação do AT contribuiu para a promoção de autonomia e reinserção social dos acompanhados, substituindo com sucesso em ambos os casos a institucionalização psiquiátrica. Portanto, o presente artigo ressalta o AT como dispositivo eficaz para a superação dos transtornos mentais, corroborando com os preceitos de recovery.

Downloads

Publicado

2021-04-12 — Atualizado em 2021-04-20

Versões

Edição

Seção

Artigos de pesquisa