REINSERÇÃO AO TRABALHO A PARTIR DA VINCULAÇÃO EM OFICINAS DE GERAÇÃO DE RENDA

Autores

  • Dayane Degner Ribeiro Brasil Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • Rafael Wolski de Oliveira Unisinos
  • Annie Jeanninne Bisso Lacchini Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

Palavras-chave:

Saúde Mental. Oficina de Trabalho Protegido. Reabilitação. Retorno ao Trabalho.

Resumo

Dentre os meios pelos quais a (re)inserção social ao trabalho é possível, destacamos as oficinas de geração de renda, evidenciadas pelo serviço Geração POA. Por meio dos princípios da economia solidária, através da autogestão, trabalho em equipe e horizontalidade das relações, podem ser estimuladores de maior autonomia, exercício da cidadania e novas relações interpessoais, realizadas através da produção de produtos artesanais com o intuito de gerar renda aos usuários vinculados. O estudo teve como objetivo geral analisar os processos de trabalho do serviço de saúde mental, Geração POA. O relato de experiência foi realizado no segundo semestre de 2018. Os resultados do estudo foram analisados em torno de três temáticas: Geração POA: um serviço substitutivo em saúde mental como oficina de geração de renda; Processo de trabalho do Geração POA: possibilitadores de (re)inserção pelo trabalho; Geração POA e trabalho. Conforme o estudo, as oficinas de geração de renda, especificamente do Geração POA, através dos princípios da economia solidária, promovem a reabilitação, a (re)inserção social, gerando o resgate da autonomia, maior independência e empoderamento pessoal e a inclusão ao trabalho por meio destas oficinas, ou pela inserção e acompanhamento no mercado formal. Conclui-se que as oficinas da Geração POA se apresentam como um potente dispositivo da RAPS, promovendo estímulo ao exercício da cidadania e construção de projetos de vida dos usuários, de acordo com os preceitos da economia solidária e clínica ampliada.

Biografia do Autor

Dayane Degner Ribeiro Brasil, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

Enfermeira.

Especialista em Saúde Mental. 

Especialista em Saúde Pública com enfase em Saúde da Família.

Mestranda do Programa de Pós Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

 

Rafael Wolski de Oliveira, Unisinos

Psicólogo. 

Doutorando em Psicologia Social e Institucional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Mestre em Psicologia Social e Institucional pela UFRGS.

Annie Jeanninne Bisso Lacchini, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

Enfermeira.

Doutora pelo Programa de Pós-graduação em Enfermagem da UFRGS.

Mestre em Enfermagem pelo Programa de Pós-graduação de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria.

Downloads

Publicado

2021-04-12

Edição

Seção

Artigos de pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)