Nível de disclosure verde e a reputação corporativa ambiental das companhias brasileiras de capital aberto

Paulo Sérgio Almeida Almeida-Santos, Alzenir José de Vargas, Dalci Mendes Almeida, Carlos Eduardo Facin Lavarda

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2175-8069.2012v9n18p63

O artigo identifica se a reputação corporativa ambiental explica o nível de disclosure verde das companhias brasileiras de capital aberto. Trata-se de uma pesquisa de abordagem quantitativa, do tipo descritiva e documental que investiga as 100 maiores companhias abertas brasileiras conforme o ranking da Revista Exame, edição julho/2010. Os resultados sugerem que as companhias listadas no Índice de Sustentabilidade (ISE) da BM&FBovespa apresentam níveis mais acentuados de disclosure verde do que as empresas não listadas nesse mesmo índice. Conclui-se, desse modo, que as companhias, as quais possuem forte reputação corporativa ambiental, são as que demonstram maior nível de disclosure verde.


Palavras-chave


Disclosure verde. Reputação corporativa ambiental. Companhias abertas brasileiras.

Texto completo:

PDF/A

Referências


ANDRADE. M. M. Como preparar trabalhos para cursos de pós-graduação: noções práticas. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2002.

BERTHELOT, S.; CORMIER, D.; MAGNAN, M. Environmental disclosure research: review and synthesis. Journal of Accounting Literature, v. 22. p. 1-44, 2003.

BRAGA, J. P.; SALOTTI, B. M. Relação entre nível de disclosure ambiental e características corporativas de empresas no Brasil. In: CONGRESSO USP DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM CONTABILIDADE, 5., 2008, São Paulo/SP. Anais... São Paulo: USP, 2008.

CALIXTO, L.; BARBOSA, R. R.; LIMA, M. B. Disseminação de informações ambientais voluntárias: relatórios contábeis versus internet. Revista Contabilidade e Finanças USP. São Paulo. Edição 30 Anos de Doutorado, p. 84-95, 2007.

CRUZ, C. V. O. A.; LIMA, G. A. S. F. Reputação corporativa e nível de disclosure das empresas de capital aberto no Brasil. Revista Universo Contábil. Blumenau, n. 1, p. 85-101, jan./mar., 2010.

CZESNAT, A. F. O.; MACHADO, D. D-P. N. Legitimação na evidenciação de informações socioambientais nas empresas de telecomunicações listadas na BOVESPA. In: CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS, 4., 2008, Natal/RN. Anais... Natal: ANPCONT, 2010. CD-ROM.

DAFT, R. L. Teoria e projeto das organizações. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC, 1999.

EXAME. Melhores & Maiores: as 1000 empresas do Brasil, edição n. 37. São Paulo: Editora Abril, 2010.

GALLON, A. V.; SOUZA, F. C.; ROVER, S.; BELLEN, H. M. V. Produção científica e perspectivas teóricas da área ambiental: um levantamento a partir de artigos publicados em congressos e periódicos nacionais na área de contabilidade e administração. In: CONGRESSO USP DE CONTABILIDADE E CONTROLADORIA, 7, 2007, São Paulo/SP. Anais... São Paulo: USP: 2007. CD-ROM.

GONÇALVES, R. S.; WEFFORT, E. F. J.; PELEIAS, I. R.; GONÇALVES, A. O. Social Disclosure das empresas brasileiras listadas na NYSE e na BOVESPA: sua relação com os níveis de governança corporativa. Revista Contemporânea de Contabilidade, n. 9, p. 71-94, jan./jun. 2008.

GOTSI, M.; WILSON, A. M. Corporate reputation: seeking a definition. Corporate Communications, v. 6, p. 24-30, 2001.

HASSELDINE, J.; SALAMA, A. I.; TOMS, J. S. Quantity versus quality: the impact of environmental disclosures on the reputations of UK Plcs. The British Accounting Review. v. 37, p. 231–248, 2005.

HENDRIKSEN, E. S.; VAN BREDA, M. F. Teoria da contabilidade. São Paulo: Atlas, 1999.

IDOWU, S. O.; PAPASOLOMOU, I. Are the corporate social responsibility matters based on good intentions or false pretences? An empirical study of the motivations behind the issuing of CSR reports by UK companies. Corporate Governance. v. 7, p. 136-147, 2007.

LIMA, G. A. S. F.; LIMA, I. S.; FÁVERO, L. P. L.; GALDI, F. C. Influência do disclosure voluntário no custo de capital de terceiros. In: CONGRESSO USP CONTROLADORIA E CONTABILIDADE, 7., 2007, São Paulo/SP. Anais... São Paulo, USP, USP, 2007. CD-ROM.

MACHADO FILHO, C. A. P. Responsabilidade social corporativa e a criação de valor para as organizações: um estudo multicasos. São Paulo, 2002. 204 p. Tese (Doutorado em Administração). Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de. São Paulo.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2005.

MAZZIONI, S.; TINOCO, J. E. P.; OLIVEIRA, A. B. S. Informações evidenciadas no Balanço Social: as percepções dos gestores de forma comparada à literatura. Revista Contemporânea de Contabilidade, n. 7, p. 61-80, jan./jun., 2007.

MELO, F. M. A.; PONTE, V. M. R.; OLIVEIRA, M. C. Análise das práticas de evidenciação de informações avançadas e não-obrigatórias nas demonstrações contábeis das empresas brasileiras. Revista de Contabilidade e Organizações, n. 1, p. 30-42, set./dez. 2007.

MICHELON, G. Sustainability disclosure and reputation: a comparative study. Università Degli Studi di Padova. Working Paper. Sept./2007.

MONTEIRO, S. M. S. Factores explicativos do grau de divulgação ambiental em grandes empresas a operar em Portugal: análise multivariada. Conocimiento, innovación y emprendedores: camino al futuro, 2007. p. 1005 – 1023. Disponível em: . Acesso em: 23 de ago. 2010.

MOURA, L. A. A. Economia Ambiental: Gestão de Custos e Investimentos. São Paulo: Juarez de Oliveira, 2000.

MURCIA, F. D-R. Fatores determinantes do nível de disclosure voluntário de companhias abertas no Brasil. 2009, 182 f. Tese (Doutorado em Controladoria e Contabilidade) – Universidade de São Paulo: São Paulo, 2009.

MURCIA, F. D-R.; SANTOS, A. Fatores determinantes de nível de disclosure voluntário das companhias abertas no Brasil. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade. n. 2, p. 72-95, maio/ago. 2009.

MURCIA, F. D-R.; ROVER, S.; LIMA, I.; FÁVERO, L. P. L.; LIMA, G. A. S. F. ‘Disclosure verde’ nas demonstrações contábeis: características da informação ambiental e possíveis explicações para a divulgação voluntária. Revista UnB Contábil, Brasília, n.1-2, p. 260-278, jan./dez. 2008.

NOSSA, V. Disclosure ambiental: uma análise do conteúdo dos relatórios ambientais de empresas do setor de papel e celulose em nível internacional. São Paulo, 2002. 246 f. Tese (Doutorado em Controladoria e Contabilidade) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo.

RAUPP, F. M.; BEUREN, I. M. Metodologia da Pesquisa Aplicável às Ciências Sociais. In: BEUREN, I. M.: (Org.). Como Elaborar Trabalhos Monográficos em Contabilidade: teoria e prática. 3 ed. São Paulo: Atlas, 2009.

ROBERTS, P. W.; DOWLING, G. R. Corporate reputation and sustained superior financial performance. Strategic Management Journal, v. 23, p. 1077-1093, 2002.

ROVER, S.; MURCIA, F. D-R; BORBA; J. A. Divulgação de informações ambientais nas demonstrações contábeis: um estudo exploratório sobre o disclosure das empresas brasileiras pertencentes a setores de alto impacto ambiental. In: CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS, 2., 2008, Salvador/BA. Anais... Salvador: ANPCONT, 2008. CD-ROM.

ROVER, S.; TAMAZZIA, E. C.; MURCIA, F. D-R. Explicações para a divulgação voluntária ambiental no Brasil utilizando análise de regressão em painel. In: CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS – IAAER. 3., 2009, São Paulo/SP. Anais... São Paulo: ANPCONT- IAAER, 2009. CD-ROM.

SANTOS, N. N. F.; FLORES, E. S.; GUIMARÃES, I. P.; SLOMSKI, V. G.; SILVA, A. F. Nível de evidenciação obtido na divulgação das notas explicativas de instrumentos financeiros derivativos segundo a deliberação CVM n. 550/08. Revista Contemporânea de Contabilidade, n. 13, p. 175-196, jan./jun. 2010.

SILVA, J. O.; CUNHA, P. R.; KLANN, R. C.; SCARPIN, J. E. Evidenciação dos Custos Ambientais nas Empresas que Compõem o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Revista de Contemporânea de Contabilidade, n. 14, p. 159-182, jul./dez. 2010.

TACHIZAWA, T. Gestão Ambiental e Responsabilidade Social Corporativa. São Paulo: Atlas, 2002.

TINOCO, J. E. P.; KRAEMER, M. E. P. Contabilidade e Gestão Ambiental. São Paulo: Atlas, 2004.

TOMS, J. S. Firm resources, quality signals and the determinants of corporate environmental reputation; some UK evidence. British Accounting Review, Kidlington, v. 34, p. 257-282, 2002.

VANCE, P. S; ÂNGELO, C. F. Reputação corporativa. Revista de Gestão USP. São Paulo, n. 4, p. 93-108, dez. 2007.

VELLANI, C. L.; RIBEIRO, M. S. Sustentabilidade e contabilidade. Revista Contemporânea de Contabilidade, n. 11, p- 187-206, jan./jun. 2009.

WILMSHURST, T. D.; FROST, G. R. Corporate environmental reporting a test of legitimacy theory. Accounting Auditing and Accountability Journal, v. 13, p.10-26, 2000.






Locations of visitors to this page

R. Contemp. Contab., Florianópolis, Brasil. ISSN (impresso)1807-1821 - ISSN (eletrônico) 2175-8069x