Relevância e representação fidedigna na mensuração de ativos biológicos a valor justo por empresas listadas na BM&FBovespa

Autores

  • Vinícius Gomes Martins Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - UnB/UFPB/UFRN
  • Márcio André Veras Machado Universidade Federal da Paraíba
  • Aldo Leonardo Cunha Callado Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8069.2014v11n22p163

Palavras-chave:

Ativo biológico, Valor justo, Value relevance, Representação fidedigna

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi analisar se as informações contábeis, referentes a ativos biológicos mensurados a valor justo, possuem value relevance e apresentam evidências de representação fidedigna. Avaliou-se tais atributos dos ativos biológicos de curto e longo prazo por meio do modelo de Feltham e Ohlson (1995). As evidências sustentam que ambos os ativos biológicos mensurados a valor justo, apresentaram-se como valores relevantes para o mercado. No que se referem à representação fidedigna desses ativos, as evidências indicaram que os mesmos são vistos pelo mercado como informação conservadora, porém, o grau de conservadorismo percebido não interfere na confiabilidade da informação. 

Biografia do Autor

Vinícius Gomes Martins, Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - UnB/UFPB/UFRN

Doutorando do Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - UnB/UFPB/UFRN.

Márcio André Veras Machado, Universidade Federal da Paraíba

Graduado em Contabilidade, mestre e doutor em administração, com concentração em finanças. Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) da Universidade Federal da Paraíba e do Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - UnB/UFPB/UFRN.

Aldo Leonardo Cunha Callado, Universidade Federal da Paraíba

Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal da Paraíba (PPGA/UFPB) e do ProgramaMultiinstitucional e Inter-regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis -UnB/UFPB/UFRN

Referências

ABOODY, D.; LEV, B. The value-relevance of intangibles: the case of software capitalization. Journal of Accounting Research, v. 36, n.2, p. 161–191, 1998.

ARGILÉS, J. M.; GARCIA-BLANDON, J.; MONLLAU, T. Fair Value Versus Historical Cost-Based Valuation for Biological Assets: Predictability of Financial Information. Spanish Accounting Review, v. 14, n. 2, p. 87-113, 2011.

BARROS, C. C.; SOUZA, F. J. V.; ARAÚJO, A. O.; SILVA, J. D. G.; SILVA, M. C. O impacto do valor justo na mensuração dos ativos biológicos nas empresas listadas na BM&FBOVESPA. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, v. 17, n. 3, p. 41-59, 2012.

BARTH, M. E. Fair value accounting: evidence from investment securities and the market valuation of banks. The Accounting Review, v. 69, n. 1, p. 1–25, 1994.

BARTH, M. E.; GÓMEZ-BISCARRI, J.; KASZNIK, R.; LÓPEZ-ESPINOSA, G. Fair Value Accounting, Earnings Managements and the use of Available-for-Sale Instruments by Bank Managers. Working Paper, October, 2012.Disponívelem: http://www.unav.edu/documents/29056/1939939/WP_UNAV_05_12.pdf

BARTH, M. E.; BEAVER, W. H.; LANDSMAN, W. R. The relevance of the value relevance literature for financial accounting standard setting: another view. Journal of Accounting and Economics, v. 31. n. 1-3, p. 77-104, 2001.

BARTH, M. E.; BEAVER, W. H.; LANDSMAN, W. R. Value-relevance of banks fair value disclosures under SFAS 107. The Accounting Review, v.71, p. 513–537, 1996.

BOONE, J. P. Revisiting the Reportedly Weak Value Relevance of Oil and Gas Asset Present Values: The Role of Measurement Error, Model Misspecification, and Time Period Idiosyncrasy. The Accounting Review, v. 77, n.1, p. 73–107, 2002.

BROOKS, C. Introductory econometrics for finance. Cambridge: Cambridge University Press, 2002.

CALLEN, J. L.; SEGAL, D. Empirical tests of the Feltham-Ohlson (1995) model. Review of Accounting Studies, v. 10, n. 4, p. 409–429, 2005.

CHOI, B.; COLLINS, D. W.; JOHNSON, W. B. Valuation implications of reliability differences: the case of non-pension postretirement obligations. The Accounting Review, v. 72, n. 3, p. 351–383, 1997.

COELHO, A. C.; AGUIAR, A. B.; LOPES, A. B. Relationship between abnormal earnings persistence, industry structure, and market share in Brazilian public firms, Brazilian Administration Review, v.8, n.1, p.48-67, 2011.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS – CPC. Pronunciamento Conceitual Básico (R1): Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil-Financeiro, 2011.

DAHMASH, F. N.; DURAND, R. B.; WATSON, J. The value relevance and reliability of reported goodwill and identifiable intangible assets. The British Accounting Review, v. 41, n. 2, p. 120-137, jun., 2009.

DECHOW, P. M.; HUTTON A. P.; SLOAN R. G. An Empirical Assessment of the Residual Income Valuation Model. Journal of Accounting and Economics, v. 26, n. 1-3, p. 1-34, 1999.

FÁVERO, L. P. L.; BELFIORE, P. P.; SILVA, F. L. da; CHAN, B. L. Análise de Dados: modelagem multivariada para tomada de decisões. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

FELTHAM, G. A.; OHLSON, J. A. Valuation and clean surplus accounting for operating and financial activities. Contemporary Accounting Research, v. 11, n. 2, p. 689–731, 1995.

FLEGM, E. H. On solving the problem, not being it. The CPA Journal, v. 75, n. 2, p. 12-14, 2005.

FREIRE, H. V. de L.; ZATTA, F. N.; DALMÁCIO, F. Z.; LOUZADA, L. C.; NOSSA, V. Dividendos e Lucros Anormais: um estudo nas empresas listadas na BOVESPA. Revista de Contabilidade & Finanças, v. 16, n. 39, p.47-67, 2005.

GODFREY, J., KOH, P. The relevance to firm valuation of capitalising intangible assets in total and by category. Australian Accounting Review, v. 11, n.2, p. 39-49, 2001.

GUJARATI, D. N. Econometria Básica. 5ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2011.

IUDÍCIBUS, S.; MARTINS, E. Uma investigação e uma proposição sobre o conceito e o uso de valor justo. Revista de Contabilidade & Finanças – USP, Edição 30 anos de Doutorado, São Paulo. Ed. Especial, p. 9-18, jun. 2007.

JING, L.; LI, B. The Value Relevance of Fair Value Measures for Commercial Banks: evidences from the Chinese bank industries. International Research Journal of Finance and Economics, v. 60, n. 2, p. 86-93, 2010.

KALLAPUR, S.; KWAN, S. Y. S. The Value Relevance and Reliability of Brand Assets Recognized by U.K. Firms. The Accounting Review, v. 79, n. 1, p. 151-172, 2004.

KHURANA, I. K.; KIM, M. S. Relative value relevance of historical cost vs. fair value: Evidence from bank holding companies. Journal of Accounting and Public Policy, v. 22, n.1, p. 19-42, 2003.

LANDSMAN, W. R. Is Fair Value Accounting Information Relevant and Reliable? Evidence from Capital Market Research. Accounting and Business Research, Special Issue: International Accounting Policy Forum, p. 19–30, 2007.

LAUX, C.; LEUZ, C. Did Fair-Value Accounting Contribute to the Financial Crisis? Journal of Economic Perspetives, v. 24, n.1, p. 93-118, 2010.

LIPE, R. Fair Valuing Debt Turns Deteriorating Credit Quality into Positive Signals for Boston Chicken. Accounting Horizons, v.16, v.2, p. 169-181, 2002.

LOPES, A. B.; SANT’ANNA, D. P. de; COSTA, F. M. da. A Relevância das informações contábeis na Bovespa a partir do arcabouço teórico de Olhson: avaliação dos modelos de Residual Income Valuation e Abnormal Earnings Growth. R. Adm, v. 42, n. 4, p. 497-510, 2007.

Mc CARTHY, P. D. Unnecessary complexity in accounting principles. The CPA Journal,v. 74 n. 3, p. 18-19, 2004.

POON, W. W. Using fair value accounting for financial instruments. American Business Review, v.22, n.1, 2004.

RECH, I. J. Formação do valor justo dos ativos biológicos sem mercado ativo: uma análise baseada no valor presente. 2012. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis) – Programa de Pós-Graduação em Controladoria e Contabilidade, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

SILVA FILHO, A. C. C.; MACHADO, M. A. V.; MACHADO, M. R. Custo histórico X valor justo: qual informação é mais value relevant na mensuração dos ativos biológicos? Revista Custos e @gronegócioonline, v. 9, n. 2, p. 27-50, 2013.

SILVA FILHO, A. C. C.; MARTINS, V. G.; MACHADO, M. A. V. Adoção do Valor Justo para os Ativos Biológicos: Análise da sua Relevância em Empresas Brasileiras. Revista Universo Contábil, v. 9, n. 4, p. 110-127, 2013.

SILVA FILHO, A. C. C.; CAMPOS, S. J. B.; PAULO, E.; CÂMARA, R. P. D. B. Sensibilidade do Patrimônio Líquido a adoção do fair value na avaliação dos ativos biológicos e produtos agrícolas: um estudo nas empresas do agronegócio listadas na Bovespa no período de 2008 e 2009. Revista Custos e @gronegócioonline, v. 8, n. Especial, p. 59-77, 2012.

SONG, C. J.; THOMAS, W. B.; YI, H. Value Relevance of FAS No. 157 Fair Value Hierarchy Information and the Impact of Corporate Governance Mechanism. The Accounting Review, v. 85, n. 4, p. 1375-1410, 2010.

YANG, Z.; ROHRBACH, K.; CHEN, S. The Impact of Standard Setting on Relevance and Reliability of Accounting Information: Lower of Cost or Market Accounting Reforms in China. Journal of International Financial Management &Accounting, v. 16, n. 3, p. 194-228, 2005.

WANDERLEY, C. A. N.; SILVA, A. C. D.; LEAL, R. B. Tratamento contábil de ativos biológicos e produtos agrícolas: uma análise das principais empresas do agronegócio brasileiro. Revista Pensar Contábil, v. 14, p. 53-62, 2012.

Downloads

Publicado

2014-04-08

Edição

Seção

Artigos