Comparabilidade da informação contábil em empresas brasileiras após a adoção das normas internacionais de contabilidade

Diane Rossi Reina, Donizete Reina, Silvio Freitas da Silva

Resumo


Esta pesquisa tem por objetivo analisar os níveis de comparabilidade dos relatórios financeiros das empresas que compõem o Índice Brasil 50 - IBrX-50 após a adoção das Normas Internacionais de Contabilidade. É uma pesquisa descritiva, qualitativa e quantitativa, referente aos Pronunciamentos Técnicos CPCs 16, 27, 04 e 38, calculados pelo índice de comparabilidade T Index. Os resultados evidenciam um nível de comparabilidade médio no CPC 16 de 0,34; CPC 27 de 0,90; CPC 04 de 0,92; e CPC 38 de 0,15 (mantidos para venda). Os índices médios de comparabilidade são críticos quanto ao método de mensuração e avaliação dos estoques, instrumentos financeiros.


Palavras-chave


Comparabilidade contábil. Normas internacionais. Pronunciamentos contábeis.

Texto completo:

PDF/A

Referências


ARCHER, S.; DELVAILLE, P.; MCLEAY, S. The measurement of harmonization and the comparability of financial statement items: within-country and between-country effects. Accounting and Business Research, v. 25, p. 67-80, 1995.

BARTH. M. E.; LANDSMAN. W. R.; LANG. M. H. International accounting standards and accounting quality. Journal of Accounting Research. v. 46. p. 467-498, June, 2008.

BEUREN, I. M. et al. Como Elaborar Trabalhos Monográficos em Contabilidade: Teoria e Prática. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

BHAMORNSIRI, S.; SCHROEDER, R. G. The disclosure of information on derivatives under SFAS no. 133: evidence from the dow 30. Managerial Auditing Journal, v, 19, n. 5, p. 669-680, 2004.

BROCHET, F.; JOGALINZER, A. D.; RIEDL, E. J. Mandatory IFRS adoption and financial statement comparability. Contemporary Accounting, v. 29, n. 3, 2011.

CAIRNS, D.; MASSOUDI, D.; TAPLIN, R.; TARCA, A. IFRS fair value measurement and accounting policy choice in the United Kingdom and Australia. The British Accounting Review, v. 30, p. 1-21, 2010.

CARMO, C. H. S.; RIBEIRO, A. M.; CARVALHO, L. N. G. Convergência de fato ou de direito? A influência do sistema jurídico na aceitação das normas internacionais para pequenas e médias empresas. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, v. 22, n. 57, p. 242-262, set./dez, 2011.

CARDOSO, R. L. et al. Análise da regulação da Contabilidade à luz da teoria tridimensional do direito de Miguel Reale. Revista Universo Contábil, Blumenau, v. 6, n. 1, p. 6-27, jan./mar, 2010.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. Pronunciamento Técnico CPC 04 (R1) – Ativos Intangíveis. 2010. Disponível em: . Acesso em: janeiro/2014.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. Pronunciamento Técnico CPC 16 (R1) – Estoques. 2009. Disponível em: http://www.cpc.org.br/mostraOrientacao.php?id=31. Acesso em: janeiro/2014.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. Pronunciamento Técnico CPC 27 (R1) – Ativo Imobilizado. 2009. Disponível em: http://www.cpc.org.br/mostraOrientacao.php?id=37. Acesso em: janeiro/2014.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. Pronunciamento Técnico CPC 38 – Instrumentos Financeiros: Reconhecimento e Mensuração. 2009. Disponível em: http://www.cpc.org.br/mostraOrientacao.php?id=52. Acesso em: janeiro/2014.

DIAMOND, D. W.; VERRECCHIA, R. E. Disclosure, liquidity, and the cost of capital. Journal of Finance, v. 46, n. 4, p. 1325-1359, 1991.

EMENYONU, E. N.; GRAY, S. J. EC accounting harmonisation: an empirical study of measurement practices in France, Germany and the UK. Accounting and Business Research, v. 23, p. 49-58, 1992.

EKBERG, M.; LINDGREN, L. Accounting of intangibles under IFRS - A comparative study of Sweden and Australia. Master Thesis, Department of Financial Reporting and Analysis, School of Business, Economics and Law, Gothenburg University, Spring, p. 1-50, 2007.

FABIANO, D. O nível de comparabilidade contábil dos países do BRIC. 2012. 127 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Programa de Pós-Graduação em Administração, Faculdade de Gestão e Negócios, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.

FERNANDES, L. de J. D. et al. Uma abordagem sobre a harmonização entre a Contabilidade brasileira e internacional: o caso da parada programada. Revista Contemporânea de Contabilidade, Florianópolis, v. 01, n. 9, p. 49-70, jan./jun. 2008.

FRANCO, G.; KOTHARI, S. P.; VERDI, R. S. The benefis of financial statement comparability. Journal of Accounting Research, v. 49, n. 4, p. 895-931, 2011.

FRERI, M. R., SALOTTI, B. M. Comparabilidade de empresas administradoras de shoppings centers do mercado de capitais brasileiro. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, v. 18, n. 1, p. 25-45, jan./abr. 2013.

FOND, M.; HUNG, M.; LI, S. The impact of mandatory IFRS adption on foreigh mutual fund ownership: The role of comparability. Journal of Accounting and Economics, v. 51, n. 3, p. 240-250, 2011.

GIL, A. C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

HERMANN, D.; THOMAS, W. Harmonization of accounting measurement practices in the European Community. Accounting and Business Research, v. 25, p. 253-265, 1995.

IUDÍCIBUS, S.; LÁZARO, P. L. Contabilidade: entre umas e outras. Revista de Informação Contábil, Recife, v. 1, n. 1, p. 1-6, set. 2007.

KANG, J. K.; STULZ, R. Why is there a home bias? An analysis of foreign portfolio equity ownership in Japan. Journal of Financial Economics, v. 46, p. 3-28, 1997.

KLANN, R. C.; BEUREN, I. M. Gerenciamento de resultados: análise comparativa de Empresas brasileiras e inglesas antes e após a adoção das IFRS. In: V CONGRESSO ANPCONT. 2011, Vitória. Anais... Vitória: ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS, 2011.

MACHADO, H. M; FAMÁ, R. Ativos intangíveis e governança corporativa no mercado de capitais brasileiro. Revista Contemporânea de Contabilidade. Florianópolis, v. 8, n. 16, p. 89-110, 2011.

PARKER, R.; MORRIS, R. The influence of US GAAP on the harmony of accounting measurement policies of large companies in the UK and Australia. Abacus, v. 37, n. 3, p. 297-378, 2001.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa Social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas. 2008.

SILVA, A. T. O.; SZUSTER, N. Evidenciação de um empresa no exterior. Estudo de caso Cabo Verde Telecom S.A – Portugal Telecom SGPS S.A. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, Rio de Janeiro, v. 10, n. 1, p.77-90, jan./jun. 2005.

SILVA, A. F. S.; SILVA, E. P.; DENBERG, M. W. Mensuração do fair value de ativos tangíveis: estoque e ativo imobilizado. Revista Pensar Contábil. Rio de Janeiro, v. 13, n. 51,

p. 48-55, 2011.

TAPLIN, R. A unified approach to the measurement of international accounting harmony. Accounting and Business Research, v. 34, n. 1, p. 57-73, 2004.

TAVARES, M. F. N. et al. Um estudo sobre o nível de conformidade dos setores classificados pela BOVESPA com o CPC 01-Redução ao valor recuperável de ativos. In: IV CONGRESSO ANPCONT. 2010, Natal. Anais... Natal: ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS, 2010.

THOMAZ, J. L. P.; KRONBAUER, C. A.; LISZBINSKI, B. B.; As práticas contábeis relativas à mensuração e evidenciação dos estoques em empresas industriais do mercosul e comunidade andina estão convergentes com a norma do IASB?. Revista Contemporânea de Contabilidade. Florianópolis, v. 10, n. 21, p. 51-70, 2013.

VAN DER TAS, L. G. Measuring harmonization of financial reporting practice. Accouting and Business Research, v. 18, p. 157-169, 1988.

WALLACE, P. W.; WILLIAMS, A. G. Accounting for derivatives: the latest changes affecting financial institutions. Bank Accounting & Finance, v. 15, n. 3, 2002.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8069.2014v11n23p77



Locations of visitors to this page

Revista Contemporânea de Contabilidade, Florianópolis, Brasil. ISSN (impresso)1807-1821 - ISSN (eletrônico) 2175-8069