Accruals discricionários nas combinações de negócios e o preço das ações

Leandro Augusto Toigo, Tania Cristina Chiarello, Roberto Carlos Klann

Resumo


Este estudo objetivou avaliar a relação dos accruals discricionários em períodos pré e pós-combinação de negócios no Brasil com o desempenho da companhia no mercado de ações no mesmo período. Utilizou-se o modelo Kang e Silvaramakrishnan (1995) e calculou-se as médias dos accruals nos períodos pré e pós-combinação de negócios das empresas que passaram por processo de combinação de negócios com troca de ações para o período de 2011 e 2012. Os resultados indicam que nos períodos pré-combinação de negócios ocorreu gerenciamento de resultados negativo superior ao observado nos períodos posteriores. Também verificou-se que não existe associação significativa entre accruals discricionários, lucro por ação e book-to-market do período pré-combinação com o lucro por ação dos trimestres posteriores à combinação de negócios. Conclui-se que no grupo de empresas analisadas não sofreram a influência dos accruals discricionários no desempenho de mercado das companhias adquirentes.


Palavras-chave


Gerenciamento de resultados. Combinação de negócios. Desempenho da companhia.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8069.2014v11n24p65



Locations of visitors to this page      

Revista Contemporânea de Contabilidade, Florianópolis, Brasil. ISSN (impresso)1807-1821 - ISSN (eletrônico) 2175-8069