A sustentabilidade na perspectiva de discentes de graduação em Ciências Contábeis: prevalece a lógica oportunista e utilitarista

Annor da Silva Junior, Katia Cyrlene de Araújo Vasconcelos, Vitor Correa da Silva, Gabriel Moreira Campos

Resumo


Investigou-se o ponto de vista de discentes de graduação em ciências contábeis acerca da noção de sustentabilidade. Teoricamente, articulou-se os conceitos de sustentabilidade, de moral e de ética e de formação educacional e profissional do contador. Realizou-se uma pesquisa survey, cuja coleta envolveu a triangulação de dados por meio da aplicação de questionários e pesquisa documental. A amostra contou com 285 discentes (36,12% do tamanho da população) de todos os períodos e turnos do curso. Os resultados revelam que a noção de sustentabilidade predominante na literatura, que pressupõe o tratamento equitativo das dimensões econômica, social e ambiental, não é compartilhada pelos respondentes. Pelo contrário, observou-se a prevalência da dimensão econômica frente as demais. Em parte, esta prevalência está ancorada na lógica oportunista e utilitarista que permeia a formação do contador. Os resultados remetem para a necessidade de se repensar no modelo de educação vigente, rumo a uma lógica sustentável.

Palavras-chave


Sustentabilidade; Moral e ética; Formação do contador; Comportamento esperado; Comportamento efetivo

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, F. Os desafios da sustentabilidade: uma ruptura urgente. Rio de Janeiro: Campus Elsevier, 2008.

ARANHA, M. L.; MARTINS, M. H. Filosofando: introdução à filosofia. 3. ed. São Paulo: Moderna, 2005.

BABBIE, E. Métodos de pesquisas de survey. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005.

BELL, S.; MORSE, S. Sustainability indicators: measuring the immeasurable? 2nd. ed. London: Earthscan, 2008.

BRASIL Decreto-Lei nº 9.295, de 27 de maio de 1946. Cria o Conselho Federal de Contabilidade, define as atribuições do Contador e do Guarda-livros, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, seção 1, Brasília, DF, p. 7889, 28 mai. 1946.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 27839, 23 dez. 1996.

CABRAL, N. L. S. C. Discurso, interdição e liberdade de expressão: o politicamente correto e suas articulações com a comunicação social. In: INTERPROGRAMAS DE MESTRADO DA FACULDADE CÁSPER LÍBERO, 14., 2013, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Faculdade Cásper Líbero, 2013.

CARVALHO, J. R. M.; ALEXANDRE, F. A. M.; ALMEIDA, K. K. N.; CARVALHO, E. K. M. A.; CURI, W. F. Uma análise do interesse dos estudantes de ciências contábeis pela área de contabilidade ambiental. Revista Ambiente Contábil, Natal, v. 2, n. 1, p, 37-53, 2010.

CIEGIS, R.; RAMANAUSKIENE, J.; MARTINKUS, B. The concept of sustainable development and its use for sustainability scenarios. Engineering Economics, [S.l.], v. 62, n. 2, p. 28-37, 2009.

COMISSÃO MUNDIAL SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO. Nosso futuro comum. 2 ed. Rio de Janeiro: Editora da Fundação Getúlio Vargas, 1991.

CONSELHO NACIONAL DA EDUCAÇÃO. Resolução nº 10, de 16 de dezembro de 2004. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Ciências Contábeis, bacharelado, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, seção 1, Brasília, DF, p. 15, 28 dez. 2004.

COSTA, F. J.; ORSINI, A. C. R.; CARNEIRO, J. S. Variações de mensuração por tipos de escalas de verificação: uma análise do construto de satisfação discente. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional, Recife, v. 16, n. 2, p. 132-144, 2018. http://dx.doi.org/10.21714/1679-18272018v16n2.p132-144

DENZIN, N. The research act: a theoretical introduction to sociological methods. 3. ed. New York, NY: Prentice Hall, 1989.

ELKINGTON, J. Sustentabilidade: canibais com garfo e faca. São Paulo: MBooks, 2012.

FACCI, N. Ética e responsabilidade social: desafios constantes para a controladoria. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CUSTOS, 9., 2002, São Paulo. Anais [...]. São Leopoldo/RS: Associação Brasileira de Custos, 2002.

FÁVERO, L. P.; BELFIORE, P.; SILVA, F. L.; CHAN, B. L. Análise de dados: modelagem multivariada para tomada de decisões. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

GRAY, R.; BEBBINGTON, J.; McPHAIL, K. Teaching ethics and the ethics of accounting teaching: educating for immorality and a case for social and environmental accounting education. Accounting Education, [S.l.], v. 3, n. 1, p. 51–75, 1994. https://doi.org/10.1080/09639289400000005

GRAY, R.; COLLISON, D. Can't see the wood for the trees, can't see the trees for the numbers? accounting education, sustainability and the public interest. Critical Perspectives in Accounting, [S.l.], v. 13, n. 1, p. 797-836, 2002. https://doi.org/10.1006/cpac.2002.0554

HANN, T.; PINKSE, J.; PREUSS, L.; FIGGE, F. Tensions in corporate sustainability: towards an integrative framework. Journal of Business Ethics, [S.l.], v. 127, n. 2, p. 297-316, 2015. https://doi.org/10.1007/s10551-014-2047-5

HUMPHREY, C.; LEWIS, L.; OWEN, D. Still too distant voices? conversations and reflections on the social relevance of accounting education. Critical Perspectives in Accounting, [S.l.], v. 7, n. 1, p. 77-99, 1996. https://doi.org/10.1006/cpac.1996.0010

IUDÍCIBUS, S.; MARTINS, E.; CARVALHO, L. N. Contabilidade: aspectos relevantes da epopéia de sua evolução. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, v. 16, n. 38, p. 7-19, 2005. https://doi.org/10.1590/S1519-70772005000200002

JICK, T. D. Mixing quantitative and qualitative methods: triangulation and action. Administrative Science Quarterly, [S.l.], v. 24, n. 4, p. 602-611, 1979. https://doi.org/10.2307/2392366

LAFFIN, M. Graduação em ciências contábeis - a ênfase nas competências: contribuições ao debate. Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, [S.l.], v. 23, n. 78, p. 1-30, 2015. http://dx.doi.org/10.14507/epaa.v23.1844

LEE, T. Education, practice and research in accounting: gaps, closed loops, bridges and magic accounting. Accounting and Business Research, [S.l.], v. 19, n. 75, p. 237-253, 1989. https://doi.org/10.1080/00014788.1989.9728854

LÉLÉ, S. Sustainable development: a critical review. World Development, [S.l.], v. 19, n. 6, p. 607-621, 1991. https://doi.org/10.1016/0305-750X(91)90197-P

LEVINE, D.; STEPHAN, D. F.; KREHBLEL, T.; BERENSON, M. L. Estatística: teoria e aplicações 6. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2015.

MACIEL, C. V.; LAGIOIA, U. C. T.; LIBONATI, J. J.; RODRIGUES, R. N. Contabilidade Ambiental: um estudo exploratório sobre o conhecimento dos profissionais de contabilidade. Revista Contemporânea de Contabilidade. Florianópolis, v.1, n. 11, p. 137-158, 2009. https://doi.org/10.5007/2175-8069.2009v6n11p137

MARTIN, N. C. Da contabilidade à controladoria: a evolução necessária. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, n. 28, p. 7-28, 2002. https://doi.org/10.1590/S1519-70772002000100001

MATHEWS, M. R. Some thoughts on social and environmental accounting education. Accounting Education: An International Journal, [S.l.], v. 10, n. 4, p. 335-352, 2001. https://doi.org/10.1080/09639280210121132

MEBRATU, D. Sustainability and sustainable development: historical and conceptual review. Environmental Impact Assessment Review, [S.l.], v. 18, n. 6, p. 493-520, 1998. https://doi.org/10.1016/S0195-9255(98)00019-5

MIRANDA, C. S.; MIRANDA, R. A. M.; ARAÚJO, A. M. P. Percepções dos estudantes do ensino médio sobre o curso de ciências contábeis e as atividades do profissional contador. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, [S.l.], v. 3, n. 1, p. 17-35, 2013. http://dx.doi.org/10.18028/rgfc.v3i1.105

MIRANDA, G. J.; CASA NOVA, S. P. de C.; CORNACCHIONE JÚNIOR, E. B. Os saberes dos professores-referência no ensino de contabilidade. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, v. 23, n. 59, p. 142-153, 2012. https://doi.org/10.1590/S1519-70772012000200006

MOGALAKWE, M. The use of documentary research methods in social research. African Sociological Review, [S.l.], v. 10, n. 1, p. 221-230, 2006.

MOTKE, F. D.; ROSA, L. A. B.; LENGLER, L.; MAINARDI, J.; TREVISAN, M. Valores de consumo para a sustentabilidade: um estudo com os acadêmicos do curso de ciências contábeis da Universidade Federal de Santa Maria. Revista de Administração da UFSM, Santa Maria, v. 9, ed. especial, p. 107-121, 2016. http://dx.doi.org/10.5902/1983465921918

MUNCK, L.; SOUZA, R. B. O ecletismo do paradigma da sustentabilidade: construção e análise a partir dos estudos organizacionais. Revista de Ciências da Administração, Florianópolis, v. 13, n. 29, p. 202-242, 2011. https://doi.org/10.5007/2175-8077.2011v13n29p202

OSORIO, L. A. R.; LOBATO, M. O.; CASTILLO, X. A. Debates on sustainable development: towards a holistic view of reality. Environment, Development and Sustainability, [S.l.], v. 7, p. 501-518, 2005. https://doi.org/10.1007/s10668-004-5539-0

PADOAN, F.; CLEMENTE, A. A interdisciplinaridade no ensino da contabilidade: um estudo empírico da percepção dos docentes. In: CONGRESSO USP DE CONTABILIDADE E CONTROLADORIA, 6., 2006, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: USP, 2006.

PALETTA, F. C. O papel do educador na formação do profissional da informação e os desafios da cidadania responsável. Cadernos de Educação, Tecnologia e Sociedade, Inhumas, v.9, n.2, p. 127-138, 2016. http://dx.doi.org/10.14571/cets.v9.n2.127-138

PEDRO, A. P. Ética, moral, axiologia e valores: confusões e ambiguidades em torno de um conceito comum. Kriterion: Revista de Filosofia, Belo Horizonte, v. 55, n. 130, p. 483-498, 2014. https://doi.org/10.1590/S0100-512X2014000200002

PIERANTONI, I. A. Few remarks on methodological aspects related to sustainable development. In: OECD. Measuring sustainable development: integrated economic, environmental and social frameworks. [S.l.]: OECD Publishing. 2004. p. 63-89.

PIRES, C. B.; OTT, E.; DAMACENA, C. A formação do contador e a demanda do mercado de trabalho na Região Metropolitana de Porto Alegre (RS). BASE: Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, São Leopoldo, v. 7, n. 4, p. 315-327, 2010. https://doi.org/10.4013/base.2010.74.05

PURNELL, L. S.; FREEMAN, R. E. Stakeholder theory, fact/value dichotomy, and the normative core: how Wall Street stop the ethics conversation. Journal of Business Ethics, [S.l], v. 109, p. 109-116, 2012. https://doi.org/10.1007/s10551-012-1383-6

RAIA, F. S.; MELZ, L. J. Percepção dos discentes e docentes sobre estágio supervisionado no curso de ciências contábeis da UNEMAT – campus de Tangará da Serra. Revista Contemporânea de Contabilidade. Florianópolis, v.8, n. 16, p. 111-136, 2011. https://doi.org/10.5007/2175-8069.2011v8n16p111

RODRIGUES, T. C.; MACHADO, D. G.; COSTA, A. A. da; SOUZA, M. A. de. Desenvolvimento sustentável: percepção dos alunos do curso de graduação em ciências contábeis das Instituições Federais de Ensino Superior do Estado do Rio Grande do Sul. Revista Metropolitana de Sustentabilidade, São Paulo, v. 7, n. 1, p. 68-90, 2017.

SCHWARTZ, S. H. An overview of the Schwartz theory of basic values. Online Readings in Psychology and Culture, [S.l.], v. 2, n. 1, p. 2307-0919, 2012. https://doi.org/10.9707/2307-0919.1116

SENGE, P.; SMITH, B.; KRUSCHWITZ, N.; SCHLEY, S.; LAUR, J. A Revolução decisiva: como indivíduos e organizações trabalham em parceria para criar um mundo sustentável. Tradução de Afonso Celso da Cunha Serra. Rio de Janeiro: Campus Elsevier, 2009.

SILVA, E. C.O.; RÊGO, T. F. Proposta formativa versus desempenho: um estudo comparativo entre os cursos de graduação em ciências contábeis das Ifes brasileiras. Revista Ambiente Contábil. Natal, v.6, n. 2, p. 55-74, 2014.

SILVA JUNIOR, A.; VASCONCELOS, K. C. A.; SILVA, V. C.; MARTINS-SILVA, P. O.; SANTOS. T. C. S.; VAGO, J. G. R. A moral e a ética na perspectiva de discentes de graduação em ciências contábeis de uma universidade pública: entre a integridade e o oportunismo. In: ENCONTRO NACIONAL DA ANPAD, 41., 2017, São Paulo. Anais [...]. Rio de Janeiro: ANPAD, 2017.

SOUZA, A. A.; AVELAR, E. A.; BOINA, T. M.; RODRIGUES, L. T. Ensino da contabilidade gerencial: estudo dos cursos de ciências contábeis das melhores universidades brasileiras. Revista Contemporânea de Contabilidade. Florianópolis, v.1, n. 10, p. 69-90, 2008. https://doi.org/10.5007/2175-8069.2008v5n10p69

SROUR, R. H. Ética empresarial sem moralismo. Revista de Administração da USP, São Paulo, v. 29, n. 3, p. 3-22, 1994.

TINOCO, J. E. P.; ROBLES, L. T. A contabilidade da gestão ambiental e sua dimensão para a transparência empresarial: estudo de caso de quatro empresas brasileiras com atuação global. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 40, n. 6, p. 1077-1096, 2006. https://doi.org/10.1590/S0034-76122006000600008

VASCONCELOS, K. C. de A.; SILVA JUNIOR, A. da; SILVA, P. de O. M. da. Educação gerencial para atuação em ambientes de negócios sustentáveis: desafios e tendências de uma escola de negócios brasileira. Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 14, n. 4, p. 45-75, 2013. https://doi.org/10.1590/S1678-69712013000400003

WATTS, R. L.; ZIMMERMAN, J. L. Positive accounting theory. Englewood Cliffs: Prentice Hall, 1986.

ZEFF, S.A. Recent trends in accounting education and research in the USA: some implications for UK academics. British Accounting Review, [S.l.], v. 21, n. 1, p. 159-176, 1989. https://doi.org/10.1016/0890-8389(89)90194-7

-----------------------------------------------------------------------------

* Uma versão preprint do artigo foi apresentada no XVII Colóquio Internacional de Gestão Universitária (CIGU), 2017.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8069.2019v16n41p93



Locations of visitors to this page      

Revista Contemporânea de Contabilidade, Florianópolis, Brasil. ISSN (impresso)1807-1821 - ISSN (eletrônico) 2175-8069