Análise de desempenho na geração de benefícios econômicos dos clubes de futebol brasileiros: o uso do atleta como recurso estratégico e ativo intangível

Nadielli Galvão, Jairo Dornelas

Resumo


De acordo com a Visão Baseada em Recursos, as empresas investem em recursos estratégicos visando benefícios econômicos e vantagem competitiva. Na norma contábil os mesmos são considerados ativos intangíveis geradores de benefícios econômicos. O objetivo deste trabalho foi verificar o desempenho dos clubes de futebol brasileiros na utilização do atleta como ativo intangível e recurso estratégico para a geração de benefícios econômicos entre 2010 a 2013. Assim, adotou-se a análise envoltória de dados, cujo input foi considerado o investimento em atletas e outputs receitas, caixa e resultado. Os dados foram coletados nas demonstrações contábeis de 18 clubes extraídas dos sites das próprias organizações esportivas, federações estaduais ou dos diários oficiais dos estados onde atuam. Constatou-se que os clubes não são eficientes em gerar os benefícios, principalmente o superávit, sendo receitas a variável cujo alcance pelos clubes tem melhor desempenho.


Palavras-chave


Atletas; Contabilidade; Clubes de Futebol; Desempenho Organizacional

Texto completo:

PDF/A

Referências


AMIR, E.; LIVNE, G. Accounting, Valuation and Duration of Football Player Contracts.Journal of Business Finance & Accounting, 32(3) & (4), April/May 2005.

BARNEY, J. Firm Resource and Sustained Competitive Advantage.Journal of Management, 1991, v.17, n.1, 99-129.

BORGES, F.Q. Análise dos impactos socioeconômicos dos royalties minerais do projeto carajás no município de Parauapebas no Estado do Pará (1999 a 2007). Dissertação (Mestrado em economia). Universidade da Amazônia, 2008.

BORGES, R.S. Confrontando avaliações: exame nacional de cursos e análise envoltória de dados. Revista Intersaberes, vol.1 n. 2, p. 259 – 271, jul-dez 2006., 2006

CARVALHO, F.P.L; BOENTE, D.R.; STEPPAN, A.I.B; MÓL, A.L.R. Eficiência econômico-financeira do setor de energia elétria brasileiro nos anos de 2010 a 2011. Revista de Informação contábil, Recife, v.8, n.1, p. 1-27, Janeiro a março de 2014.

CARVALHO, L.N.G.; COSTA, P.S.; OLIVEIRA, A.T. Imparment no setor público: particularidades das normas nacionais e internacionais. Revista de Administração pública, Rio de Janeiro, v. 44, n.4, p. 839-876, julho – agosto de 2010.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. CPC 04 (R1) – Ativo Intangível. 2010. Disponível em: Acesso em: 15 de fevereiro 2015.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução nº 1.005, de 15 de Setembro de 2004 - Aprova a NBC T 10.13 – Dos aspectos contábeis específicos em entidades desportivas profissionais. Disponível em: < http://www.cosif.com.br/mostra.asp?arquivo=rescfc1005nbct1013> Acesso em: 14 de dezembro de 2014.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução nº 1.429, de 25 de Janeiro de 2013 - Aprova a ITG 2003 - Entidade Desportiva Profissional. Disponível em: < www.cfc.org.br/sisweb/sre/docs/RES_1429.doc> Acesso em: 14 de dezembro de 2014.

CRUZ, S. N.S.R.A.; SANTOS, L.L.; AZEVEDO, G.M.C. Valorização do Direito Esportivo resultante da Formação. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade. Brasília, v.4, n.1, art. 4, p.60-83, jam/abr 2010.

DANTAS, M.G. Fatores Determinantes da Eficiência financeira e esportiva de clubes de futebol do Brasil. Mestrado (Mestrado em Ciências Contábeis). Programa Multi-institucional e inter-regional de pós-graduação em ciências contábeis – UnB, UFPB, UFRN, Natal, 2013.

DANTAS, M.G.S.; BOENTE, D.R. A Eficiência Financeira e Esportiva dos Maiores Clubes de Futebol Europeus utilizando a Análise envoltória de dados. Revista de Contabilidade e Organizações, v.5, n.13, p. 75-90, 2011.

DANTAS, M.G.S.; BOENTE, D.R. A utilização da Análise Envoltória de Dados na Medição de Eficiência dos Clubes Brasileiros de futebol. Revista Contabilidade Vista & Revista, Belo Horizonte, v.23, n.4, p. 101-130, abril/jun, 2012.

DANTAS, M.G.S; MACHADO, M.A.V.; MACEDO, M.A.S. Fatores determinantes da eficiência dos clubes de futebol do Brasil. Advances in Scientific and applied accounting. São Paulo, v.8, n.1, p.113-132, janeiro/abril de 2015.

DINIZ, J.A. Eficiência das Transferências Intergovernamentais para a educação fundamental de municípios brasileiros. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis) Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

ESPITIA-ESCUER, M.; GARCÍA-CEBRIÁN, L.I. Measurement of the Efficiency of Football Teams in the Champions League.Managerial and Decision Economics, 31: 373–386, 2010.

FIGUEIREDO FILHO, D.B.; SILVA JÚNIOR, J.A. Desvendando os Mistérios do Coeficiente de Correlação de Pearson (r). Revista Política Hoje, Vol. 18, n. 1, 2009.

FINANCIAL ACCOUNTING STANDARDS BOARD n.3 - Reporting Accounting Changes in Interim Financial Statements. December, 1974. Disponível em: http://www.fasb.org/jsp/FASB/Document_C/DocumentPage?cid=1218220126101&acceptedDisclaimer=true> Acesso em janeiro de 2016.

FITZSIMMONS, J. A.; FITZSIMMONS, M. J. Administração de serviços: operações, estratégia e tecnologia de informação .2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2000..537 p.

FOKER, J. Discussion of Accounting, Valuation and Duration of Football Player Contracts. Journal of Business Finance&Accounting, 32(3) & (4), April/May 2005.

FORZA, C.; SALVADOR, F. Assessing some distinctive dimensions of performance feedback information in high performing plants, International Journal of Operations & Production Management, Vol. 20 Iss: 3, pp.359 – 385, 2000.

FRANCK, E.; NÜESCH, S.; PIEPER, J. Specific Human Capital as a Source of superior Team Performance. Human capital, 63, October 2011, 376-392.

GIACOMELLO, C.P.; OLIVEIRA, R.L. Análise Envoltória de Dados (DEA): Uma proposta para avaliação de desempenho de unidades acadêmicas de uma Universidade. Revista Gestão Universitária na América Latina, Florianópolis, v.7, n.2., p. 130-151, maio de 2014.

GOMES, E.G.; MELLO, J.C.B.S.; LINS, M.P.E. Redistribuição de inputs e outputs em modelos de análise envoltória de dados com ganhos de soma zero. Pesquisa Operacional, Rio de Janeiro, v. 24, n.2, 2004.

GUINDANI, T.P.; SIQUEIRA, F.; PICANÇO, E.; NAVARRO, C. O papel do Marketing Esportivo como Ferramenta geradora de recursos. Anais Eletrônicos. In: IX Convinbra Administração, 23 a 25 de novembro de 2012. Disponível em: Acesso em 07 de dezembro de 2015.

KAPLAN, R.S.; NORTON, D.P. Strategic Learning & the balanced scorecard. Strategy & Leadership. Vol. 24, Iss 5, pp. 18-24, 1996.

KRETZER, J; MENEZES, E.A. A Importância da Visão Baseada em Recursos na Explicação da Vantagem competitiva. Revista de Economia Mackenzie • Volume 4 • n. 4 p. 63-87, 2006.

LIMA, M.C. Monografia: a engenharia da Produção Acadêmica. 2 ed. rev. e atualizada. São Paulo: Saraiva, 2008.

LOPES, H.A.; DAVIS, M.D. O Ativo Jogador de Futebol. PENSAR CONTÁBIL, Vol. 8, No 33 (2006).

MACEDO, M.A.S.; CASA NOVA, S.P.C.; ALMEIDA, K. Mapeamento e análise bibliométrica da utilização da Análise Envoltória de Dados (DEA) em estudos em contabilidade e administração. Contabilidade, Gestão e Governança. Brasília, v.12, n.3, p. 87-101, set/dez de 2009.

MELLO, J.C.B.S.; MEZA, L.A. GOMES, E.G.; BIONDI NETO. L. Curso de Análise Envoltória de Dados. Anais.... In: XXXVII Simpósio Brasileiro de Pesquisa Operacional. Gramados, Rio Grande do Sul, 2005.

MINTZBERG, H. Trabalho do Executivo: O Folclore e o Fato. Nova Cultural, S.P., 1986.

NASCIMENTO, J.C.H.; NOSSA, V.; BERNARDES, J.R.; SOUSA, W.D. A Eficiência dos maiores clubes de futebol brasileiros: evidências de uma análise longitudinal no período de 2006 a 2011. Revista Contabilidade Vista & revista, Belo Horizonte, v.26, n.2, p. 137-161, maio/agosto de 2015.

NEVES, J.L. Pesquisa Qualitativa – Características, usos e possibilidades. Caderno de Pesquisa em Administração, São Paulo, v.1, n7, 2º semestre de 1996.

PEDROSA, A.J.P.; CARVALHO, F.M.P. Análise dos Fundamentos da Teoria Baseada nos recursos. Revista Ibero-Americana de Estratégia, v.13, n.2, Abril/Junho, 2014.

PEREIRA, A.G.C.; BRUNOZI JÚNIOR, A.C.; KRONBAUER, C.A.; ABRANTES, L.A. Eficiência técnica e desempenho econômico-financeiro dos clubes de futebol brasileiros. Reuna, Belo Horizonte, v.20, n.2, p.115-138, abril/junho de 2015.

PEREZ, M.M.; FAMÁ, R. Ativos Intangíveis e o Desempenho Empresarial. In: Revista Contabilidade e Finanças – USP. São Paulo, n. 40, p.7 – 24, Jan/Abr. 2006.

PIRES, G.L. Breve Introdução ao Estudo dos Processos de Apropriação Social do Fenômeno Esporte. Revista da Educação Física/UEM, 9 (1), 25-34, 1998.

RISALTI, G. VERONA, R. Players’ registration rights in the financial statements of the leading Italian clubs A survey of Inter, Juventus, Lazio, Milan and Roma. Accounting, Auditing & Accountability Journal Vol. 26 No. 1, pp. 16-47, 2013.

RUTHERFORD, B.A. The social construction of financial statement elements under Private Finance Initiative schemes, Accounting, Auditing & Accountability Journal, Vol. 16 Iss: 3, pp.372 – 396, 2003.

SÁ, E.; ZARKO, R. Vasco ainda espera retorno financeiro, e Bernardo vai ter sua última chance. Globo Esporte Online. Disponível em: Acesso em Abril de 2015

SASSON, J.R.; DOUGLAS, I. A conceptual integration of performance analysis, knowledge management, and technology: from concept to prototype. Journal of Knowledge Management, Vol. 10 Iss: 6, pp.81 – 99, 2006.

SILVA JÚNIOR, A.S.; SALAZAR, V.S.; FEITOSA, M.G.G. O Clube dos 13 e o novo Cenário do Futebol Brasileiro. Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Florianópolis, v. 36, n. 1, p. 103-122, jan./mar. 2014

SILVEIRA, J.Q.; MEZA, L.A.; MELLO, J.C.C.B.S. Identificação de benchmarks e anti-benchmarks para companhias aéreas usando modelos DEA e fronteira invertida. Production. vol.22 no.4 São Paulo sept./dic. 2012 Epub 26-Ene-2011.

SONZA, I.B.; KLOECKNER, A Governança Corporativa Influencia a Eficiência das Empresas Brasileiras? Revista Contabilidade e Finanças USP, São Paulo, v. 25, n. 65, p. 145-160, maio/jun./jul./ago. 2014.

SOUZA, I.G. Os programas de melhoria realmente importam? Uma avaliação em uma empresa de manufatura. Dissertação (Mestrado em Engenharia da Produção e Sistemas) Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2014.

WENERFELT, B. A Resource-Based View of the firm.Strategic .Management Journal, Vol.5, 171-180 (1984).

ZÜGE, M.; CHAVES NETO, A. Utilização de Métodos Estatísticos Multivariados na Avaliação do Desempenho Empresarial. Revista Paranaense de Desenvolvimento, Curitiba, n. 97, p. 101-112, set/dez de 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-8069.2017v14n32p21



Locations of visitors to this page

R. Contemp. Contab., Florianópolis, Brasil. ISSN (impresso)1807-1821 - ISSN (eletrônico) 2175-8069