Governança corporativa

Gizele Martins Ramos, Antônio Lopo Martinez

Resumo


Esse artigo tem como objetivo investigar se as “boas” práticas de Governança Corporativa minimizam o gerenciamento de resultados contábeis. Após uma revisão da literatura dos principais conceitos de Governança Corporativa e sua relação com o Gerenciamento de Resultados Contábeis, promove-se uma pesquisa empírica com companhias abertas brasileiras no período de 2003 e 2004. Como proxy empírica de gerenciamento de resultados contábeis, os accruals discricionárias são estimados utilizando-se o modelo de Jones (1991). Os resultados indicam que as empresas do novo mercado, níveis 1 e 2, apresentam uma menor variabilidade dos accruals discricionários quando comparada àquela das empresas que não aderiram ao programa.

Palavras-chave


Governança corporativa; Gerenciamento de resultados; Accruals; Corporate governance; Earnings management; Jennifer J Jones

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



Locations of visitors to this page      

Revista Contemporânea de Contabilidade, Florianópolis, Brasil. ISSN (impresso)1807-1821 - ISSN (eletrônico) 2175-8069