Processos econômicos recentes no extremo sul de Santa Catarina: um ensaio

Hoyêdo Nunes Lins, Lincon Coelho dos Santos

Resumo


O extremo sul catarinense quase nunca tem destaque nas abordagens sobre a economia estadual. Este artigo, baseado também em pesquisa de campo, focaliza a região com interesse nos processos que lhe afetaram a trajetória e na possibilidade de sistematizar informações sobre território externo aos principais eixos da economia do estado. Após caracterizar a região, discorre-se sobre o ciclo calçadista. Depois foca-se a duradoura presença da produção de roupas, traduzida em numerosos trabalhadores, fábricas e centros de comercialização. Sobre o setor primário e a produção de alimentos, fala-se dos principais produtos e da avicultura, tratada em relação com o processamento de carnes. A última parte antes das considerações finais ocupa-se da “litoralização”, expressa no contraste entre forte crescimento populacional dos municípios litorâneos e redução absoluta em alguns interioranos da região.


Palavras-chave


Extremo sul catarinense; Processos recentes; Calçados-vestuário-alimentos

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8085.2013v16n1p36

Creative Commons License
Revista Textos de Economia. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN: 2175-8085 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional
> > > > >