Santa Catarina e o BRICS: destaque para as relações com a Índia

Autores

  • Hoyêdo Nunes Lins UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8085.2020.e67918

Palavras-chave:

BRICS, Santa Catarina, Comércio, Cooperação, Perspectivas

Resumo

Grupo heterogêneo, o BRICS teve ampliada a sua importância no comércio externo brasileiro, sobretudo pelas interações com a China. Também com a Índia, foco deste artigo, o comércio aumentou, mas sem mudança efetiva de participação e com pauta muito concentrada. Para Santa Catarina, o significado comercial do BRICS é menor do que para o Brasil, mas é crescente. Esse intercâmbio se expande com a Índia, porém com forte discrepância entre importações e exportações e na composição das pautas. Buscando reposicionamento internacional, a Índia exibe maior interesse pela América Latina e pelo Brasil, o que se traduz em vínculos cooperativos, especialmente em ciência e tecnologia. Em Santa Catarina há tentativas de interação, com eventos e visitas. Ampliar e diversificar o comércio e avançar nessas relações cooperativas deveriam ser vistas como ações estratégicas.

Biografia do Autor

Hoyêdo Nunes Lins, UFSC

Programas de pós-graduação em economia e em relações internacionais

Referências

ARRIGHI, G. A estratificação da economia mundial: considerações sobre a zona semiperiférica. In: A ilusão do desenvolvimento. 2ª ed. Petrópolis: Vozes, 1999, p. 137-206.

BAVA, U. S. India’s role in the emerging world order. FES Briefing Paper, n. 4, FES New Delhi, 2007.

BONIS, G. Bolsa Família, versão Índia. CartaCapital, 21 jan. 2013. Disponível em: http://www.cartacapital.com.br/internacional/bolsa-familia-versao-india Acesso em: 21/10/2016.

CARDOSO, J. Comitiva catarinense visita empresas indianas que produzem energia de forma sustentável. Agência AL, Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 9 abr. 2012. Disponível em: http://agenciaal.alesc.sc.gov.br/index.php/noticia_single/comitiva-catarinense-visita-empresas-indianas-que-produzem-energia-de-forma Acesso em: 17/09/2016.

CHATURVEDI, S. South-South cooperation in health and pharmaceuticals: emerging trends in India-Brazil collaborations. Discussion Paper, n. 172, New Delhi: Research and Information System for Developing Countries, 2011.

DESAI, R. D. A new era for India-Latin America relations? Forbes, June, 25th, 2015. Disponível em: http://www.forbes.com/sites/ronakdesai/2015/06/25/a-new-era-for-india-latin-america-relations/#5f4dff6529d4 Acesso em: 06/09/2016.

ESTADO DE SÃO PAULO, O. Relações vão além dos produtos básicos. 16 jan. 2011. Disponível em: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,relacoes-vao-alem-dos-produtos-basicos-imp-,666791 Acesso em: 15/10/2016.

FIESC. Análise do comércio internacional catarinense 2012. Florianópolis: FIESC, 2012.

FIESC. Análise do comércio internacional catarinense 2014. Florianópolis: FIESC, 2014.

FIORI, J. L. A nova geopolítica das nações e o lugar da Rússia, China, Índia, Brasil e África do Sul. OIKOS, n. 8, p. 77-106, 2007.

GUENNIF, S.; RAMANI, S. V. Explaining divergence in carching-up in pharma between India and Brazil using the NSI framework. Research Policy, n. 4, p. 430-441, 2012.

LUNELLI, L.; COMERLATTO, D. Política de assistência social no enfrentamento da pobreza: estratégias e conceituação. Textos & Contextos, v. 13, n. 1, p. 47-57, 2014. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/teo/ojs/index.php/fass/article/view/15213/11765 Acesso em: 21/10/2016.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR. Estatísticas de Comércio Exterior. [S.d.]. Disponível em: http://www.mdic.gov.br/comercio-exterior/estatisticas-de-comercio-exterior/balanca-comercial-brasileira-mensal-2. Acesso em: 05/10/2016.

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, COMÉRCIO EXTERIOR E SERVIÇOS. Base de dados do Comex Stat. [S.d.]. Disponível em: http://www.mdic.gov.br/index.php/comercio-exterior/estatisticas-de-comercio-exterior/base-de-dados-do-comercio-exterior-brasileiro-arquivos-para-download Acesso em: 16/03/2019.

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES. Ata da Sexta Reunião da Comissão Mista de Cooperação Política, Econômica, científica, Tecnológica e Cultural Brasil-Índia. Brasília: Ministério das Relações Exteriores, Nota n. 360, 15 out. 2013.

OLIVEIRA, L. Z.; CAZELLA, A. A.; TECCHIO, A.; MIRESKI, M. C. Ações de política de desenvolvimento territorial para superar a pobreza rural: estudo de caso no território Meio Oeste Contestado (SC). Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento, v. 11, n. 1, p. 323-348, 2015.

O’NEILL, J. Building better global economic BRICs. Global Economic Paper, n. 66, Goldman Sachs Economic Research Group, London, 30th Nov. 2001.

OPERAÇÕES WEG. [S.l], [S.d]. Disponível em: http://www.weg.net/br/Contato/Operacoes-WEG. Acesso em: 12/11/2016.

PANT, M. India and the BRICS countries: issues of trade and technology. New Delhi: Indian Institute of Foreign Trade, 2011.

PENTEADO, G. Antigo IML virou oficina de pranchas. Folha de S. Paulo, 4 mar. 2007. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0403200706.htm Acesso em: 21/10/2016.

PORTAL DA ILHA. Instituto Padre Vilson Groh completa quatro anos de atividades. Florianópolis, 7 jun. 2015. Disponível em: http://www.portaldailha.com.br/noticias/lernoticia.php?id=28929 Acesso em: 22/10/2016.

PRATES, D. M. Investimento e transformação estrutural na economia indiana: dois padrões de crescimento (1950-1979 e 1980-2008). In: CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTRATÉGICOS. Padrões de desenvolvimento econômico (1950-2008): América Latina, Ásia e Rússia. Brasília, CGEE, 2013, p. 594-645.

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Delegação da Índia conhece políticas brasileiras de combate à pobreza. Brasília, Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Brasília, 20 jan. 2016. Disponível em: http://www4.planalto.gov.br/consea/comunicacao/noticias/2016/delegacao-da-india-conhece-politicas-brasileiras-de-combate-a-pobreza Acesso em: 21/10/2016.

RADIN, D. C. SC e Índia buscam cooperação em educação, tecnologia e saúde. FIESC, Florianópolis, 5 out. 2015. Disponível em: http://fiesc.com.br/noticias/sc-e-india-buscam-cooperacao-em-educacao-tecnologia-e-saude Acesso em: 20/10/2016.

STUENKEL, O. Seeing India through Brazilian eyes. Seminar, n. 630, p. 2-5, 2012.

UN STATISTICS DIVISION. Commodity Trade Statistics Database, [S.d.]. Disponível em: http://comtrade.un.org/db/ Acesso em: 20/10/2016.

Downloads

Publicado

2020-12-14

Edição

Seção

Artigos