A Educação Superior no limiar do governo Lula da Silva (2003-2010): políticas públicas educacionais nos marcos da reforma universitária

Alisson Slider do Nascimento de Paula, Kátia Regina Rodrigues Lima, Frederico Jorge Ferreira Costa, Emmanoel Lima Ferreira

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1980-3532.2016n15p69

O objetivo deste trabalho é apresentar uma análise crítica acerca da política de educação superior brasileira a qual esteve sob tutela do governo Lula da Silva. Os procedimentos metodológicos utilizados neste trabalho se trataram, em acréscimo, de um estudo bibliográfico e documental, tendo como método de análise a dialética marxista (MARX, 2008) por compreender a realidade como síntese de múltiplas determinações, deste modo, buscando apreender o objeto a partir de seus complexos. Constatamos que a política de educação superior assume papel importante na agenda do governo em identificar este nível de ensino como um nicho de mercado promissor para extração lucrativa. Assim, a educação superior deixa de ser um direito “plenamente” social para ser convertida para o setor de serviços, mais especificamente os “serviços educacionais”.


Palavras-chave


Universidade; Marxismo; Democratização; Banco Mundial

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-3532.2016n15p69

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada sob uma Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License.

Em Debat: Rev., ISSNe 1980-3532, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.